0

Kremlin de Moscou. Foto: http://interata.squarespace.com

Todos os povos que formam a Humanidade terrestre tem uma história particular e única em seus registros akáshicos. Cada tradição, cultura, mitos e lendas revelam em seu conteúdo uma verdade oculta que uma vez desvelada, enriquece cada povo deste planeta.

Os povos da Oceania, da Indochina, do Oriente Médio, da África, do Caribe e outras regiões menos favorecidas neste orbe terrestre, carregam em suas almas, corações e mentes, recordações milenares...  de civilizações magníficas e exuberantes que povoaram a superfície desta amada Gaia. É preciso muita compaixão para com cada povo que hoje está tão desfavorecido e abandonado à própria sorte diante dos reveses que assolam suas terras e suas vidas.

Já falei um pouco sobre o Brasil, Portugal e os Estados Unidos em relação às suas missões planetárias e neste tópico, vamos falar então sobre a missão crística da Rússia, pois muitos ainda não conseguem compreender a sua importância para a Nova Era. Estamos construindo como seres humanos, uma nova raça planetária e uma nova civilização que um dia vai habitar toda a superfície deste planeta.

Há que se deixar as velhas energias para trás. O que tem ocorrido com cada nação em sua caminhada ao longo dos séculos, nada mais é do que um caminho de aprendizado através da dor e do sofrimento. As causas de tantos conflitos, erros e falhas vem de um passado tão remoto que ultrapassam duas civilizações, a Lemuriana e a Atlante.

No plano material, as catástrofes e destruições estão todas registradas nos livros das histórias e muitas não revelam a verdade por trás dos bastidores, mas isto não importa mais e sim, qual é a missão de cada nação do planeta dentro do Plano Divino que está sendo estabelecido na Terra atualmente. E como ele será precipitado pela Hierarquia Espiritual ao longo dos próximos anos, décadas e séculos.

A nação russa tem um rico histórico de contribuição na construção da civilização atual e o que mais tem me chamado a atenção é que tem sido raríssima a formação de um povo, de uma nação, onde o amor crístico tem sido evidenciado ao longo da sua própria história. Mesmo que o tempo tenha apagado a essência, permaneceu a força crística no coração e na mente do povo russo. É um povo cristão.

É uma nação que sofre muito com a escassez assim como com as condições do seu habitat natural, onde a sobrevivência humana é testada por toda a vida. O passado triste com a experiência comunista não foi uma escolha do povo russo e sim uma fatalidade e esta nação deve ter orgulho por ter conseguido sair das cinzas mantendo a sua dignidade como um povo que honra sua história e sua espiritualidade.

A missão planetária do povo russo está escrita nas estrelas. E a Rússia também cumprirá o seu papel na construção da Nova Era. É o destino desta nação. Atualmente mantém com sua ação não reconhecida totalmente pelo mundo, o equilíbrio para que as mentes insanas não destruam o planeta e a Humanidade inteira. O mundo então deverá passar por novas turbulências em que isto será evidenciado.

A Nação Russa e a Crise Global


A Hipnose Coletiva que vem ocorrendo através das mídias tem o intuito de impedir o processo de reconstrução das sociedades que foram praticamente destruídas pela insanidade de grupos extremistas, por interesses de grupos e pela ambição do poder em detrimento da pessoa humana. Perdeu-se a própria humanidade de ser.

Ao falarmos do povo russo, deve ser visto da mesma forma que fazemos ao nos relacionarmos como membros de uma mesma família. Não é assim que interagimos com os imigrantes russos que hoje fazem parte da nação brasileira? Não foi assim também com a colônia japonesa? E olha que tenho muitas histórias sobre os descendentes nipônicos aqui no Brasil como também os que relacionam à onda dekassegui no Japão.

A Rússia já foi uma das expoentes em termos de civilização, império e grandeza humana diante da raça humana em sua manifestação neste planeta. E muito contribuiu ao mundo em questão científica, cultura, intelectual, tecnológica e espiritual. Até a sua própria experiência com o comunismo foi necessária para o aprendizado humano. A questão do certo e errado é relativo quando se abrange toda a história de um povo e de uma nação. O povo russo é milenar.

É nas terras desta nação que também se desenvolve o extremo da capacidade humana de sobrevivência pela rigorosa condição do seu posicionamento no globo terrestre. Atualmente há muitas dificuldades de superar devido à escassez de recursos e também pela crise que se abate por todo o planeta. Assim como em muitas regiões da Terra, o povo russo enfrenta seus desafios como um povo guerreiro também.

Após as grandes catástrofes o que hoje é uma região inóspita será um celeiro nas quais as terras serão férteis, com imensas plantações e novos recursos que ajudarão a criar um mundo mais abundante, trazendo o bem estar aos povos de todo o planeta. O coração do povo russo vibra em sua essência o valor crístico, mesmo que um pouco adormecido, mas com força incomensurável e saberão escolher o caminho quando a hora chegar.

Nem tudo é um mar de rosas, então é preciso muita compreensão e entendimento do que ocorreu com a Rússia após o fim do comunismo e da queda do Muro de Berlim. O mal que se alastra no mundo não vem do povo russo e é preciso muito discernimento para enxergar o que vem da manipulação das mídias, analisando quem perde e quem ganha neste jogo de “gato e rato”. Já tivemos experiências traumáticas demais com as duas guerras e as revoluções que mais mortes e genocídios causaram do que progresso humano.

Há pessoas boas e há pessoas más. Então há também governos bons e governos maus. Bem como há líderes e governantes bons e maus. Somos pessoas encarnadas e limitadas, escravos do ego, desejos, vaidade e alimentados pela sede de poder, ganância e domínio sobre os mais fracos. A escuridão da alma contribuiu demasiadamente para a propagação da ignorância e da preguiça. Até a preguiça de pensar é algo assustador.

O nível atual da hipnose coletiva já anestesia as pessoas. O que se vê é praticamente palavras de ordem sendo emanadas como opinião pública. E a divisão de um povo e de uma nação decorre da sua omissão e da não efetivação da arte do pensar e da prática do discernimento. Questionar com sabedoria leva a descoberta do verdadeiro caminho a ser trilhado como raça humana, mas isto a maioria desistiu de fazer... e assim o caos impera agora.

Lembro em minha passagem pelo Japão e principalmente pela minha vivência na Ilha de Okinawa, onde fui testemunha do que significa uma base militar estrangeira estacionada num país pacífico e principalmente na época com cerca de 37 mil soldados. Outros milhares estavam no continente japonês. Nesta visão é possível vislumbrar a dimensão do perigo de uma guerra mundial quando se analisa este aspecto militar.

A nação russa mantêm suas tropas dentro das suas fronteiras. Não tenho ainda conhecimento sobre a existência de bases militares russas espalhadas pelo planeta. Pode ter não sei. Não quero defender ideologias e nem políticas externas de países que adoro e cujos povos têm a minha admiração e respeito pelo que contribuíram de bom e de bem para a humanidade. Porém é importante a análise e o discernimento sobre tudo o que se fala quando se joga uma nação contra outra e um povo contra outro.

O que vejo é o desejo do povo russo contribuir para o equilíbrio do jogo planetário. Sabem da sua importância no mundo atual.

A nação russa é de um povo pacífico, mas possui uma alma guerreira. A sua fé está além da compreensão de muitas culturas espalhadas por este orbe terrestre.

Mas a questão fundamental que apresento nesta série sobre o Destino das Nações é a de que como as nações cristãs, seguindo o mesmo Deus Criador podem criar conflitos num nível de destruição insensata e desumana, devastando culturas, tradições e até a dizimação de um povo inteiro?

E como nações cristãs, como podem almejar destruir outro povo apenas por ideologia ou interesses ocultos?

Qual é o conceito de Família Humana então?

Por que não olham para os povos da África? Como podemos nos considerar uma raça humana se se criou a separação em nossas consciências crísticas?

Percebem o grau da Hipnose Coletiva?

Até onde chegamos quando potencializamos o ódio e a vingança entre irmãos da Terra? Onde está a compaixão e a misericórdia divina? Não somos seres divinos?

A mesma distorção que ocorre no Brasil hoje é a mesmo que foi e está sendo implantada no mundo... a separação e a desagregação da unidade nacional.

O mundo precisa da Paz.

Gaia também.

Em Luz e Amor,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.


Postar um comentário

 
Top