0


Introdução

Este artigo é extenso, então peço a sua paciência na sua leitura caso tenha interesse em conhecer mais sobre este assunto.

Dedico este artigo aos comandantes do Comando Águia Dourada (CAD) que não mediram esforços, dedicação, doação e acima de tudo, pelas renúncias e disponibilidade ao serviço à Luz nesta missão de resgate dos nossos irmãos e irmãs que se perderam lá embaixo nos confins do mundo umbralino, onde muitos permaneceram por séculos e milênios e outros por éons, ajudando-as a retornar para casa.

É também a oportunidade de expressar a minha gratidão pessoal aos Guardiões Exus que sempre nos acompanharam nestas missões que para muitos poderiam parecer suicidas, mas que com a atuação deles nos momentos mais dramáticos, não perecemos lá embaixo. 

São os maiores guerreiros da Luz que já vi atuando, exímios combatentes e veteranos em ações magísticas, muito nos ajudaram na contenção das ondas de ataques até mesmo depois das operações, quando passamos a sofrer represálias por parte dos magos negros, chefes dos reinos inferiores do mundo umbralino.

O Comando do CAD permanece com seus membros desde o início, quando passaram a fazer parte da GM em 2013, com exceção da Corujinha que integrou a equipe em 2015, mas foi a partir deste mesmo ano que o CAD passou a cumprir as mais perigosas e surpreendentes missões no mundo umbralino, estendendo suas operações no espaço cósmico em auxílio a outros orbes crísticos quando foi promovido a Comando Estelar pelo próprio comandante Ashtar em 2015 após sofrer ataques nibirianos.

Sempre que foi convocado, o CAD não deixou de atender a nenhum chamado do comandante Ashtar, fosse ele em qualquer período do dia e até de madrugada. Mantendo sempre o plantão e alerta. A rapidez em atender às convocações foi se aperfeiçoando ao longo do tempo e hoje, a resposta é praticamente instantânea quando se soa o alarme de ação e emergência.

Por isto reforço minha gratidão pessoal aos comandantes do CAD e às Unidades de Apoio Logístico que tem atuado nas Operações de Resgate e Cura promovidos pelo Comando Ashtar, assim como ao Povo de Aruanda que nos revelou o verdadeiro sentido da lealdade quando as baixas ocorriam e eles vinham imediatamente em nosso socorro, substituindo aquelas águias que nos deixaram, muitas vezes no meio das batalhas e operações.

CAD - QUATRO ANOS EM PLENA AÇÃO



Dia e noite, noite e dia... Madrugada adentro o CAD (Comando Águia Dourada) prossegue continuamente nas missões de rastreamento, efetuando mergulhos no mundo umbralino, adentrando redutos quase impossíveis repletos de densas energias negativas, nocivas aos corpos sutis para libertar e resgatar nossos irmãos que há muito tempo se perderam em sua própria existência.

São operações em dimensões cada vez mais profundas, penetrando camadas que dificilmente poderiam ser localizadas a partir dos níveis mais sutilizados. É como estar mergulhando num mar profundo onde a escuridão impede uma visão mais clara da profundeza, a não ser que se vá até lá e a ilumine durante a descida. Com este procedimento é possível visualizar em qual nível se está.

E é também a necessidade de Servidores da Luz em corpos físicos, encarnados e em plena consciência para a ancoragem das energias telúricas que possibilita as ações diretas do Comando Ashtar nestas Operações de Resgate nos níveis mais densos e profundos do plano astral, conhecido como mundo umbralino. É o Umbral que denominamos de realidade da Criação conhecida como “Embaixo”.

O plano físico da superfície onde vive as pessoas encarnadas é o mundo do “Meio” onde as experiências de Vida se processam, enquanto o mundo de “Cima” é o que os cristãos e outras religiões denominam de Céu, que para nós é o mundo divino. Neste nível superior as dimensões se estendem ao infinito. E assim como “Acima”, o “Embaixo” também se estende em dimensões quase infinitas dentro deste Universo Manifestado.

Em cada orbe onde a vida se manifesta em suas variadas dimensões, o mundo umbralino torna-se a base de sustentação para que o processo evolutivo ocorra de forma mais ordenada, contínua e progressiva. Este mundo umbralino não é uma característica apenas aqui da Terra, existe em outros pontos do Universo. O espaço cósmico não é um vazio como se prega ou ensina, mas um mundo repleto de existências multidimensionais e interdimensionais.

Os Portais de Luz são estes pontos focais que estabelecem a ancoragem e até a sustentação de verdadeiras “portas” de entrada e saída de um determinado orbe habitado por emanações de Vida, que fazem suas conexões com os diversos mundos existentes dentro da Criação. Daí a importância que estes Portais de Luz tem para o orbe terrestre, onde diversas raças interplanetárias fazem e fizeram suas experiências humanas.

A Missão do CAD e sua Estrutura Operacional


Ao longo destes quatro anos de operações, o CAD vem se destacando diante da Hierarquia Espiritual e ao lado dos Comandos Estelares como uma Unidade composta também por membros encarnados que até hoje se mantém em atividade plena e operacional. Soma-se em seus registros bilhões de seres resgatados nas mais difíceis situações e estes irmãos e irmãs já retornaram aos seus lares de origem enquanto outros foram enviados para novos mundos de aprendizagem e serviço ao Pai Criador.

O CAD vem operando de forma contínua desde a sua criação, quando era conhecido como Grupo Águia Dourada, formado pelos primeiros Guerreiros da Luz que se alistaram em suas fileiras. A escolha pela classe dos guerreiros devia-se aos constantes combates que ocorriam assim que a equipe chegava ao local de resgate, onde se defrontavam com as forças trevosas que impediam a aproximação de qualquer um naquelas regiões. Eram verdadeiros exércitos formados por falanges de todos os níveis, incluindo os magos negros.

As lutas e batalhas eram constantes e ocasionavam danos e ferimentos aos membros da nossa equipe. Recebíamos sempre a assistência, proteção e atendimento do Comando Ashtar nestas ocasiões, onde sempre fomos socorridos e cuidados nas "Enfermarias" dentro das naves. E foi de tanto frequentar as naves-hospitais que passamos também a criar a nossa própria estrutura de atendimento e assistência para ações emergenciais diárias. Assim surgiu a Divisão Cruz de Malta (DCM) que possuía também um Hospital espiritual criado para dar o apoio nas operações de resgate e cura.

Atualmente o Hospital Espiritual Cruz de Malta está sob a administração e cuidados das Filhas de Maria e integra a rede hospitalar no mundo umbralino, onde a Mãe Maria atua incansavelmente no atendimento de todos os seus filhos e filhas aqui na Terra. As Filhas de Maria também compõem a Cavalaria da Ordem Sagrada (COS) que junto com a Cavalaria da Ordem Sagrada de São Miguel Arcanjo (COSSMA) são consideradas as Ordens mais capacitadas a penetrar em qualquer reduto por mais profundo que seja dentro da Criação, onde quer que uma emanação de vida se manifeste.

Em nossas ações no mundo umbralino contamos também com o apoio direto do Povo de Aruanda, formados pelos irmãos Exus e Pombagiras, reconhecidos Guardiões da Humanidade Terrestre, que cuidam, protegem e amparam todos os seres que desencarnaram e caíram nas profundezas dos abismos quase inacessíveis. Em qualquer dimensão negativa por mais densa que seja ou profundo que haja, estes Guardiões, reconhecidos como Falangeiros do Arcanjo Miguel, lá estão. E somente com a ajuda deles é possível alcançar os recantos mais submersos do Umbral.

Se não fosse a atuação destes Guardiões, muitos desencarnados já teriam deixado de existir como centelhas divinas, tamanho o nível destrutivo que há nestas regiões. Tamanha é a dimensão deste mundo que passei a denominar de Terra II nas minhas publicações, ou seja, o que existe no plano astral após a passagem de uma vida para outra a partir do plano físico. Atuar nestes mundos inferiores em busca de nossos irmãos é algo indescritível e muitas vezes surreal devido às nossas ilusórias crenças e valores. A recompensa vem quando se recebe um abraço, um sorriso... é quando testemunhamos lágrimas de alegria, esperança após tanto infortúnio, sofrimento e dor que vivenciaram lá embaixo.

Foram tantas operações que já perdi a conta de quantas foram executadas com sucesso. Foram tantas batalhas e muitas baixas de guerreiros que desistiram da missão... Muita esperança com a chegada de novas águias que substituíam as perdas constantes. As mais dolorosas batalhas ocorreram contra as forças alienígenas negativas instaladas neste planeta desde eras remotas. Enfrentamos todas elas. Tivemos derrotas, mas muitas vitórias. Cada derrota nos trazia muito conhecimento. decorrentes das descobertas após estes confrontos.

Foram anos de luta, confrontos, batalhas, duelos que desencadearam uma verdadeira guerra umbralina. Esta guerra se estendeu pelo espaço cósmico... E foi nesta guerra cósmica que o CAD foi elevado à categoria de Comando Estelar depois de uma das mais dramáticas batalhas contra as forças alienígenas em que quase fomos exterminados. A intervenção do Comando Ashtar nesta fase nos salvou a vida, literalmente. Vencemos.

Assistir ao longo dos últimos anos, a retirada de cada força alienígena anticrística deste orbe terrestre tem sido um dos mais emocionantes espetáculos já vistos neste mundo terreno. Para nós, a Terra não era um planeta sem dono. E assumimos a missão de resgatar este orbe terrestre de volta para os domínios da Luz, onde a Força Crística impera em todo o Universo. E fizemos deste desafio a missão do CAD.

A Terra integra agora o sistema de governo do amado Sananda Kumara com a instalação do Governo Planetário Divino da Terra nos planos sutis, tendo sido oficialmente reintegrada à Sociedade Cósmica e Universal, após eons de isolamento e quarentena. Nesta Nova Era aos poucos estará sendo precipitada a Hierarquia Espiritual no plano físico e a Regência deste planeta se manifestará no mundo da forma como é o Plano Divino estabelecido pelo Pai Micah.

Hoje, o CAD é composto além do seu comando central formado pelos comandantes, que desde o início tem permanecido nesta missão, lutado em todas as batalhas e participado de todas as operações de resgate, por outras dezenas de membros que integram os diversos setores, equipes e unidades especiais. Os encontros e reuniões se processam diariamente, por isto, o CAD está sempre de prontidão 24 horas em permanente estado de alerta.

O último comando criado é o Comando Especial de Gaia (CEG) que tem uma missão específica junto ao NA/BG, o Centro de Comando Operacional do CAD. O CEG terá muitos desafios relacionados aos eventos planetários e seus membros estarão realizando tarefas e atividades voltadas aos preparativos de todas as ações necessárias às instruções, cursos, treinamentos das águias e demais pessoas que permanecerão neste orbe terrestre durante e após as transformações que ocorrerão por todo o planeta.

É a função principal do CAD a proteção, segurança e apoio à GM, a Grande Missão. Por isto conta com uma estrutura operacional de grande alcance e ação planetária. No nível interno, os comandantes do CAD recebem os mais avançados treinamentos, ensinamentos, instruções e aprendizados que se originam dos conhecimentos promovidos diretamente pelos comandantes estelares deste e de outros universos, onde se acessam os mistérios da Criação e suas tecnologias extraterrestres.

O nível de consciência dos membros do CAD está atualmente tão elevado para uma consciência humana, que são constantemente chamados a atuar fora da nossa órbita terrestre e até além deste Sistema Solar. Os aprendizados são complementados por novos treinamentos e mais conhecimentos, ainda inacessíveis à humanidade terrestre.

Tudo tem sido fruto de muito esforço, dedicação e serviço à missão crística. Foram mais de um mil operações e missões executadas que somaram mais de 30 mil horas de trabalho em campo. Muitos encontros, reuniões, estudos, pesquisas e treinamentos foram feitos demandando horas de atenção e foco nas tarefas a serem cumpridas com consciência e lucidez. Enquanto a Humanidade dormia era fácil encontrar o CAD em operação durante as madrugadas inclusive nos finais de semana e feriados. Enquanto outras águias estavam em festas e eventos sociais, o CAD estava em batalha no umbral, resgatando irmãos e irmãs que nem se lembravam de que um dia possuíram a condição e forma humana.

Cada um destes comandantes do CAD passou por dificuldades em suas vidas cotidianas com os afazeres profissionais, familiares e pessoais. Optaram pela renúncia das ilusões terrenas... Superaram a si mesmos. Ultrapassaram as dúvidas, crenças e mitos. Quebraram paradigmas surreais e para muitos intransponíveis. Enfrentaram as mais difíceis e complicadas situações que surgiram em suas vidas porque estavam na missão. Correram muitas vezes o risco do desencarne. Sobreviveram também a isto.

Nestas missões em que as baixas eram constantes devido aos ataques que vinham como represálias por termos tido sucesso nestes resgates umbralinos, tinham como principais alvos as nossas sacerdotisas que atuavam como médiuns, canalizadoras e rastreadoras. Dificilmente o CAD conseguia manter as sacerdotisas por mais de 3 meses, pois logo após elas sucumbiam por egos e vaidades... a brecha mais perigosa que servia de porta de entrada para as ações dos magos negros. O medo era ocasionado pelas dúvidas que surgiam por esta brecha aberta.

Até hoje, a Corujinha junto com outra comandante do CAD foram as únicas que conseguiram permanecer nesta função. Uma já atua desde o início e a Corujinha completa agora dois anos de atividades e ações ininterruptas. Outras sacerdotisas integram as diversas unidades do CAD em outras frentes de operações.

Nesta semana fizemos o resgate de sacerdotisas que integravam o primeiro TAD nos tempos longínquos, depois de éons perdidas e aprisionadas num dos mais profundos reinos umbralinos, até então desconhecidos por nós, do CAD. Além da surpresa, fui envolvido numa alegria imensa em estar diante de uma destas mulheres que no passado dedicaram a sua vida ao serviço à Mãe Divina.

- Será que não vou ser extinta? Não sou mais digna de viver, comandante Shima!

- Não se preocupe, irmã. Terá a presença da Mãe Divina que te espera, ok? Confia por favor! Você e nem as que estiveram lá tiveram qualquer culpa no que ocorreu durante este tempo todo. Estávamos à procura de vocês há muito tempo, saiba disso, está bem?

Suas lágrimas me comoveram profundamente, também chorei. Ela foi levada desmaiada pela escolta dos Guardiões até à enfermaria do Comando Ashtar.

São estes tipos de resgates que mais nos emocionam e incentiva a prosseguir, mesmo que muitas vezes tivéssemos saído da Enfermaria do Comando Ashtar, ainda com os corpos astrais “enfaixados” optamos por retornar às operações.

São tantas histórias, dramas e aventuras. Algumas lembram cenas de ficção científica e assim pudemos comprovar e compreender de onde vem a inspiração de muitos filmes, inspirados pelos Mestres para que a Humanidade tenha acesso a um pouco da nossa longa história estelar. Cada membro tem sua própria vivência e experiência... cada um tem sua própria história. Os novos membros são selecionados entre aqueles que se voluntariam no serviço ao Pai Criador e à Mãe Divina. São enviados por seus mestres, mentores e guias espirituais.

O mestre interior de cada membro nos confirma pessoalmente qual será sua atuação dentro do CAD e de suas frentes operacionais. Para cada comando (CAD, COS, COSSMA, GC e CEG), após concluídos os períodos de teste e experiência individual, a seleção e avaliação se dá através da confirmação de aptidão para avanço à nova fase de aprendizado através dos próprios comandantes Ashtar, Mãe Maria, Arcanjo Miguel, Saint Germain e do meu mentor espiritual. Somente depois destas confirmações, cada membro inicia os treinamentos para entrar em operação e serviço. Um dos primeiros treinamentos é realizado no CTP (Centro de Treinamento de Projeção) e os testes são feitos com o GTP (Grupo Tático de Projetores) até hoje mantido pelo CAD.

Todos os membros em seus grupos seguem o Código Bushido, o Protocolo dos Comandantes, o Código de Etica das Sacerdotisas e as normas internas da GM.

As Primeiras Lições Conscientes de um Projetor


Em 10/06/2013, quatro anos atrás, publiquei este texto no meu perfil do Facebook que tinha escrito ainda no ano de 2005 e transcrevo-o a seguir:

Boa Noite Trabalhadores da Luz!!!
Esta noite falaremos também sobre a Operação Resgate que está ocorrendo na cidade onde foi aberto um Portal de Luz neste último domingo...
Deixo um texto sobre o assunto e a tarefa que será executada por um grupo de trabalhadores e guerreiros... pois a situação é delicada, crítica e de alto risco... portanto, apenas voluntários poderão participar e que estejam em sintonia com o Comando, pois é com Eles que vamos trabalhar esta noite...
Leiam com calma e façam uma profunda reflexão sobre o conteúdo deste artigo que foi escrito por mim durante as primeiras experiências de forma consciente e lúcida nas operações de resgate promovidas pelo Comando Ashtar... (Shima, 10/06/2013)

OPERAÇÃO RESGATE

"Este artigo sobre as operações de resgate faz parte de uma série de textos que ainda serão publicados. Até este momento não havia entrado nos detalhes das operações por considerar que ainda era cedo para abordar assuntos que poderiam causar certo mal estar. Principalmente naquelas pessoas que ainda não conseguem ver as cenas chocantes de uma tragédia ou mesmo de uma catástrofe que envolve os seres humanos. Numa conversa que tive com uma pessoa amiga levantei esta questão. O dilema era contar ou não.
Durante meses fiquei analisando e refletindo sobre este mesmo assunto porque era muito importante que as pessoas do lado de cá, encarnadas num corpo físico, tomassem conhecimento do que se passa em certos níveis dimensionais do plano astral, onde muitos com certeza, irão viver sua próxima etapa de existência. Muitas situações causam mal estar, da forma como ocorrem durante os resgates nos planos físicos, após uma catástrofe com milhares de vítimas.
As operações são executadas nas áreas com grande risco de contaminação, com corpos dilacerados por todos os cantos, cheiro insuportável de sangue apodrecido, carne em decomposição e em locais inundados de dejetos humanos. Assim como é aqui no plano físico, é também lá no plano astral em seus níveis bem inferiores, para onde muitos dos que desencarnam em situações trágicas, são levados devido às densas energias que envolvem seus corpos sutis.
Semelhantes se atraem e isso ocorre por lá também. Com a diferença que a "máscara" que se usa aqui para encobrir pensamentos, sentimentos e atitudes condenáveis, no outro lado, se desfaz e a pessoa terá que arcar com as consequências das suas escolhas durante a vida física.
Depois de refletir muito sobre isso, eu cheguei à conclusão que devia narrar os fatos como eles são, omitindo apenas as situações mais chocantes para evitar traumas e sensações de mal estar apesar de que, em alguns casos, isso não seria possível. Esta decisão foi reforçada pelos grandes esforços que são feitos pelos nossos irmãos da luz que atuam em diversos níveis sutis e pela situação atual de proximidade do salto quântico que a Terra fará dentro de pouco tempo.
O objetivo destes trabalhos é a conscientização sobre o que ocorre quando um ser humano deixa um corpo físico. Tendo levado a sua vida neste mundo sem pensar muito nas consequências dos seus atos e vivendo de forma negativa, satisfazendo os desejos das sensações e tentações do mundo material, essa pessoa fez a sua própria escolha para o próximo plano da sua existência.
A conscientização também é uma forma de cura porque poderá ajudar muitas pessoas - as que decidiram continuar na terceira dimensão - a entrar num plano mais suave em sua próxima etapa evolutiva, após as correções que ainda estão em tempo de serem efetuadas nos seus campos energéticos formados por seus pensamentos, sentimentos e atitudes.
A falta de conhecimento sobre essa realidade é que tem levado muitos seres humanos a ficarem presos nas próprias "armadilhas" das suas criações mentais e psíquicas. Por não acreditar e não aceitar a continuidade da vida após a "morte" a pessoa - assim que desencarna - entra em estado de choque. Quando se vê do outro lado "vivinha da silva" fica sem saber o que fazer e aí vem o desespero.
No pânico que se segue muitas pessoas "desaparecem" na escuridão que reina no lado de lá, caindo nas mãos de seres extremamente negativos. Para um maior esclarecimento, os casos a que me refiro neste artigo são aqueles que ocorrem de forma violenta e trágica. Porque nestes acontecimentos as vítimas não têm o tempo necessário para refletir sobre suas vidas, sendo sugadas para o outro plano de existência de forma instantânea.
Neste ponto os assuntos abordados neste artigo servem de "alerta" para aqueles que insistem em ignorar este outro lado da moeda. Um dia, infalivelmente, vão ter que encarar esta outra realidade. Nem que seja do outro lado. Até que a pessoa desencarnada seja socorrida poderá levar anos, séculos ou até milênios, porque esse tempo vai depender muito da sua noção e vivência no campo espiritual.
Se durante a sua vida física teve uma percepção sobre ensinamentos religiosos, isto será de fundamental importância para o seu resgate, pois saberá pedir a ajuda necessária antes que caia nas profundezas dos abismos, mesmo num estado de pânico, e cujo auxílio virá imediatamente. O problema maior do outro lado é a ignorância.
A pessoa que desencarnou "não sabe" que perdeu o corpo físico porque está se vendo ali, com um corpo - o corpo astral - e se sente viva da mesma forma que estava aqui. Por desconhecer esta nova condição acredita sinceramente que está viva e devido a este estado de consciência, fica presa próxima ao nível dimensional físico. É o plano sutil mais denso da dimensão astral.
Com o tempo a pessoa vai se perdendo nas profundezas das dimensões mais inferiores e acaba caindo nos abismos, de onde dificilmente conseguirá sair por causa dos seres tenebrosos que habitam e dominam esses lugares. As vítimas são aprisionadas através do medo e aqueles que caem nas suas "garras" tornam-se seus escravos e servem de alimento energético - à moda dos vampiros - que é a única forma de mantê-los "vivos" nestas regiões.
Os assuntos que se relacionam à morte do corpo físico, muitas vezes, assustam as pessoas. Temem esta fase da existência justamente por ignorar os seus "mecanismos de funcionamento". Acham que tudo que se relaciona ao pós-morte é "sobrenatural" e "fenômenos do além". É uma consequência também da "amnésia" temporária - pois já viveu outras vidas - e este temor em muitos casos tem a função de preservar a vida de pessoas que não suportam a sua "carga cármica" e querem "desistir" no meio da jornada.
Os "fantasmas" que algumas pessoas enxergam perambulando nos cemitérios ou em lugares onde os desencarnados tinham muito apego é o que resta do seu duplo etérico. Elas adquirem a forma do estado real em que se encontravam os seus corpos físicos, naquele instante, em decomposição. O apego à vida material e ao corpo físico faz com que o ser humano, ao desencarnar, tenha uma série de dificuldades de adaptação, principalmente ao ver os funerais, quando os seus corpos são enterrados. É um desespero só!
As pessoas que levaram uma vida voltada para os princípios da religiosidade, de respeito ao semelhante, esforçando-se para manter a ética moral e os valores dos bons costumes alcançam, ao final da vida física, um estado de graça com sua alma que é um momento sublime de grande beleza.
Mas muitos daqueles que falecem por causa de uma doença (purificação energética), como câncer, derrame ou outras fatais, que consumiu parte de suas vidas, são imediatamente internados nos hospitais espirituais – naves-laboratórios estacionadas sobre as diversas cidades terrenas – onde recebem os tratamentos necessários para suas curas.
Outro fato, que é muito importante de se tomar conhecimento, refere-se às “egrégoras” espirituais que foram construídas durante os milhares de anos, ao longo da nossa evolução. Essas egrégoras estão relacionadas aos rituais sagrados antigos e também àquelas que foram, posteriormente, impostas pelas religiões – dogmas e crenças – com o objetivo de manter os seus fiéis dentro do círculo de influência dos seus dirigentes e fundadores.
Como tudo nesta dualidade baseia-se entre o bem e o mal, há sempre um propósito maior e bem mais profundo por trás dessas criações humanas. Mas o fato é que essas egrégoras são também criações mentais, psíquicas e emocionais. São uma espécie de “holograma virtual” onde estão inseridos alguns aspectos como rituais próprios, valores, crenças e dogmas, nos quais as almas humanas fecham uma espécie de “acordo” ou “contrato” – consciente ou não – e passam a fazer parte de algo que se transforma em “entidade viva” e poderosa.
Como existiram muitas raças planetárias com suas próprias culturas nativas sendo trazidas para o planeta Terra, foi necessário que cada uma, por questão de preservação e sobrevivência das suas raízes originais, criasse suas próprias egrégoras. Cada povo de uma “nação” estelar manteve seus rituais sagrados que, com o passar do tempo, acabaram formatando as diversas “religiões” primitivas conforme iam se espalhando pelo globo terrestre.
Todas essas egrégoras, assim como todas as outras criações mentais, psíquicas e emocionais são verdadeiros “portais” que levam a diversas dimensões, tanto para “cima” quanto para “baixo”. Quando os seres humanos desencarnados se elevam não há problema algum, mas quando caem – é o caso da maioria – para níveis inferiores e, principalmente, para além das profundezas dos abismos, é um problema gravíssimo para fazer o resgate.
Lá embaixo existem diversos “portais dimensionais” com cargas energéticas extremamente negativas. Qualquer “descuido” de um membro da equipe de resgate pode deixa-lo preso lá. Para se entrar nesses níveis dimensionais, a equipe de resgate tem que estar capacitada para isso e, dependendo do caso, é necessário utilizar “uniformes” com blindagens energéticas para evitar a contaminação nesses ambientes hostis e perigosos.
Nessas operações de socorro e resgate as equipes de apoio – são todos membros do Comando Ashtar – postam-se em lugares estratégicos preparados para atender a todas as necessidades do grupo e para fazerem o recolhimento dos seres que são resgatados. As outras naves se espalham em volta e acima dos locais de trabalho para dar proteção contra ataques de seres trevosos que tentam impedir os resgates.
Dentro do que foi apresentado até aqui surgem questões que devem causar muitas indagações nas mentes dos leitores. Porque os seres de luz, com todo o poder que têm e com a alta tecnologia que possuem não fazem, eles próprios, esses trabalhos de resgate? Porque se necessita de pessoas encarnadas, sendo que quando vão fazer o resgate têm que deixar seus corpos físicos? Porque os seres humanos desencarnados que caem nas profundezas das dimensões astrais não conseguem sair de lá sozinhas?
Para a primeira pergunta é até bem fácil a resposta se fizermos uma simples comparação. Querem ver? Vamos pensar assim: aqui, no mundo tridimensional, dificilmente acreditamos em seres de luz porque eles estão invisíveis aos nossos olhos físicos. É difícil aceitar a existência deles porque a razão se recusa a isso. Mas sabemos que eles estão aí, em algum lugar. Como eles vibram em níveis elevados de consciência possuem uma sutileza energética que não consegue permanecer por muito tempo nas dimensões inferiores devido à alta densidade de carga negativa que predomina nessas camadas.
Agora imaginem nos planos astrais inferiores o que aconteceria, se eles fossem atuar diretamente por lá. Os desencarnados que se encontram nestes planos já estão nestas regiões justamente por não terem acreditado nesses seres de luz e nos seus ensinamentos. Devido à densificação de suas consciências físicas e astrais não terão nem mesmo condições de vê-los e como seria possível um resgate se a vítima não consegue enxergar aquele que vem em seu socorro?
Se tentar “tocar” um desavisado por aquelas bandas ia ser um pandemônio total. Seria o mesmo que ver um monte de “fantasmas” correndo apavorados por causa de “fantasmas” querendo agarrá-los. Entenderam? É para isso que muitos membros do Comando Ashtar desceram à tridimensionalidade e encarnaram em corpos físicos. Para fazerem esse tipo de resgate com pleno êxito. Já as Filhas de Maria e os membros do Grupo do Arcanjo Miguel, são reconhecidos por conseguir executar os trabalhos nas regiões abissais de forma surpreendente.
A energia telúrica – a energia da Terra – é de fundamental importância nesses resgates, porque consegue fazer a ancoragem das energias sutis, possibilitando a utilização dessas luzes de forma eficiente, na cura e regeneração dos corpos sutis inferiores dos seres humanos desencarnados. A existência de um corpo físico, no momento de atuar nas operações de resgate no plano astral, faz com que o “socorrista” seja visto por aqueles mesmos “fantasmas” apavorados, por estarem no mesmo patamar de suas vibrações. E a partir desse contato visual o resgate é feito de forma natural e sem sustos.
O fato de muitos seres humanos estarem presos nessas dimensões tão profundas, e milhões deles estarem confinados até por milhares de anos por lá, deve-se ao motivo de não terem “forças” suficientes para se elevar daqueles níveis em que se encontram. Qualquer energia que um ser emite por lá – pânico, medo, desespero, dor, desejo – demonstra um sinal de reação que logo chama a atenção de todos à sua volta e, imediatamente, uma revoada de bando de seres trevosos avançam sobre ele e, sugam toda essa nova energia deixando-o novamente desvitalizado.
E assim vão se passando anos, séculos e milênios, até que “alguém” lá de cima consiga descer e encontrá-lo para resgatar. Uma dificuldade muito grande para essas operações de resgate está no fato de haver falta de “mão-de-obra” para este tipo de trabalho. Muitos dos que desceram para o mundo físico continuam “adormecidos” e outros que acordaram – na hora de ir para o trabalho – simplesmente saem correndo apavorados ao verem as condições desses “fantasmas”, retornando assustados para os seus corpos físicos, abandonando a equipe de resgate. (por Shima - Comando Ashtar - Operação Resgate, publicado em 11/10/2005, no Site Vida Nova, precursor do Site Somos Todos Um)".
Paz eterna,
Shima
10/06/2013

E naquela época, em 2013, um comentário foi feito sobre a postagem no meu perfil por uma trabalhadora da Luz:

Trabalhadora da Luz – De que maneira se pode ajudar? Quem nos cobre o caminho? Pelo que sei essas dimensões são da pesada e é necessário ter muita luz mesmo muita luz para este tipo de trabalho... como se processa a preparação para esse resgate... pois na minha humilde opinião não é qualquer um que se aventura... pois é preciso muito “sangue frio”..

O questionamento feito por ela já demonstrava um profundo conhecimento sobre este tipo de operação. E realmente, são “dimensões da pesada e é necessário ter muita luz” como ela mesma afirmou. Por isto a ocorrência de muitas baixas em nossas fileiras ao longo destes quatros anos. A falta de fé nubla a consciência e enfraquece a luz interior.

Ser um Guerreiro da Luz é ser um Missionário consciente e determinado em sua missão de vida espiritual. Senão for assim, sucumbe.

Por este motivo os treinamentos são tão necessários e devem ser levados à sério, o que muitos não o fazem. Então, com o tempo desistem como se tudo fosse tão surreal e acaba entrando na onda de descrença, até que um dia, ao desencarnar terá a nova surpresa diante de si mesmo.

As técnicas e conhecimento sobre a Projeciologia são os primeiros passos para participar das Operações de Resgate. Os estudos e práticas sobre os procedimentos de cura que desenvolvemos capacitam nossos membros a participar das ações de cura que muitas vezes são necessárias nestas operações de resgates. Recuperar corpos ou partes dos órgãos são fundamentais nestas missões junto aos desencarnados.

O Centro de Treinamento de Projeção (CTP) é conduzido diretamente por mim e as técnicas aplicadas são oriundas dos meus aprendizados, vivências e práticas utilizadas deste a minha adolescência. Os resultados até hoje obtidos comprovam a eficácia deste método e muitas pessoas hoje já tem a consciência da forma e modo de atuar com plena lucidez neste nível de projeção que utilizo junto ao CAD. A técnica de Telepatia é outro estudo e treinamento que faz parte das nossas atividades.

Portanto, o conhecimento é tudo o que precisamos para sairmos da escuridão da ignorância e nos tornarmos cidadãos estelares em plena consciência da sua grandeza e essência divina. A negação é por si só, a única barreira entre o ser desperto e o ser inconsciente, entre o real e a ilusão.

As Migrações para outros Orbes


Já está em pleno movimento as migrações para outros Orbes neste e noutros Universos para as almas que estão desencarnadas no mundo umbralino e daqueles que vão desencarnando neste orbe terrestre. Conforme anunciei nos artigos publicados (links abaixo) em 18/09/2016 (Carta do Interventor Divino – O Evento da Grande Mudança Planetária) e no dia 06/02/2017 (O Início da Migração das Almas), estes acontecimentos ocorrem normalmente sob o acompanhamento direto do Grande Conselho Cósmico e Universal.

Outros orbes vêm sendo escolhidos para acolher as almas que por razões externas comprometeram suas evoluções, que se relacionam às interferências alienígenas negativas, já identificadas e analisadas pelo Grande Conselho Cósmico e Universal, então essas almas terão um destino já planejado para suas próximas etapas evolutivas.

Como venho esclarecendo nos últimos meses é importante a ciência e também a conscientização de cada pessoa sobre como funciona o processo destas migrações e também como serão as novas experiências em outros orbes planetários que receberão os novos habitantes da Terra. Dentro da Criação a oportunidade é de acordo com o mérito e conquista de cada um durante a sua jornada terrena, pois cada alma é avaliada de acordo com o seu merecimento e o seu destino é definido para o ambiente onde melhor poderá se desenvolver futuramente.

Como seria? O que devemos saber sobre o lugar para onde vamos após o desencarne?

É sobre isto que estou falando nestes últimos doze anos de trabalho na divulgação sobre a Transição Planetária que findou agora. O evento que ocorre agora é o das Migrações das Almas para outros orbes. A decisão de quem fica aqui na Terra já foi tomada e os escolhidos que desencarnarem terão outro tratamento e cuidados especiais, já que a Terra estará passando por mudanças geológicas de extrema intensidade.

Os que sobreviverem passará por experiências de grande magnitude durante e após estes eventos que irão durar décadas. Portanto, é bom frisar para aqueles que estarão na superfície deste orbe terrestre que o significado do “Salto Quântico” da Terra tem um significado além da imaginação humana, é algo universal. A dimensão deste evento está bem além da compreensão humana no momento. Dá para sentir, mas não dá para se ter uma ideia do mesmo.

A questão do caos, da queda do sistema dominante, dos conflitos, guerras, fome e outras questões ocasionadas pelas personalidades humanas, são parte da própria negatividades que as pessoas carregam nos seus mundos internos. Todo o mal aflora para ser extirpado e eliminado da consciência humana. Este é o efeito saneador do Poder da Luz e do Amor em nosso orbe terrestre. A hora da prestação de contas e dos danos causados para a amada Gaia chegou.

A dimensão das catástrofes sobre a humanidade tanto social ou em todos os níveis da condição humana nada mais é do que o tamanho do comprometimento e omissão por parte dos seres humanos encarnados ou não neste orbe terrestre. Todos nós somos responsáveis pelo estado atual das coisas. Estamos colhendo apenas aquilo que plantamos neste planeta. Tudo aquilo que criamos no nosso mundo de forma negativa. Justificar ou acusar não leva ninguém à margem correta. Mas muitos preferem e escolhem seguir as correntezas que é o caminho mais cômodo... E sem perceber, não veem o abismo adiante.

A transmigração planetária nada mais é do que a hora de ir embora deste planeta em definitivo. A Terra é considerada um orbe crístico com todas as letras. Os que não ressoam mais com a energia crística serão levados para outros mundos onde vão prosseguir na sua próxima etapa de evolução ou de involução (crística ou anticrística). Em cada orbe o ambiente é diferenciado de acordo com as condições do próprio sistema onde se insere. 

Não será uma seleção por grupos, raça planetária ou familiar e sim, plenamente individual. Cada um responde por seus atos e aprendizado. Daí em diante já deixa de ser uma questão de bem e mal e sim, do mérito e da conquista. A falta disso determina o reinício da experiência humana em outro orbe. Terão que recomeçar tudo de novo. Cada indivíduo seguirá seu próprio caminho. É a Lei.

E os que vão ficar o que devem fazer?


Devido às mudanças vibracionais do planeta, a aura de Gaia está se acelerando de uma forma bem rápida e o percurso da Terra após o final da Rampa de Aceleração tomou uma nova órbita em função do aumento da velocidade do nosso astro, o Sol, em seu percurso dentro deste Braço de Órion na direção do Portal de Ascensão aos mundos dimensionais mais elevados dentro da Criação. Não é somente a Terra que passa pelas mudanças, mas todo o nosso Sistema Solar e toda a Via Láctea. O “salto quântico” não é um processo terrestre, é cósmico e universal. Somos apenas viajantes das estrelas habitando este pequeno planeta azul.

Estamos a caminho de uma Nova Era, onde o Reino da Luz e do Amor irá prevalecer aqui na Terra. O mal deixa de existir, por isto a grande transformação planetária. É a saída daqueles que não se sintonizam com a energia crística de Gaia e da nova Humanidade terrestre. Então, fiquem certos e confiem na providência divina. Os desencarnes em massa ocorrem a partir daqui, porque não há compatibilidade destes que partem com as novas energias. São altamente positivas. A polaridade da Terra mudou.

A compaixão com aqueles que partem devem ser expressas com o nosso sentimento de gratidão pela longa jornada que percorremos juntos neste orbe terrestre. O aprendizado foi mútuo. As lições não.

As recomendações sobre os procedimentos que devem ser feitos nos próximos meses e anos estão sendo divulgados por toda a internet através das Comunidades da Nova Era que estão espalhadas pelo mundo inteiro.

Aqui em Barra do Garças, MT, já estamos avançando nos planejamentos que foram interrompidos durante as baixas ocorridas com a desistência de muitas ex-águias que promoveram uma onda de destruição, atraso e difamações contra o Projeto Terra e o Plano Divino em 2015 e 2016, ocasionando danos profundos nos planos estabelecidos para serem concluídos em 2 anos. Foram atos de traição e deslealdade que afastaram muitas águias da Grande Missão. dificultando a consolidação da nossa Comunidade Ninho das Águias, perfazendo um atraso de 2 anos no projeto que já deveria estar pronto e concluído.

Neste período o Pai Micah e o comandante Ashtar alertaram para a gravidade destas ações negativas:

Saudações amados filhos,

Aqui quem fala é o Pai Micah.

Filhos, por muitas encarnações o ódio e insegurança perpetraram ações danosas ao plano divino.
O ímpeto quando mau utilizado gera distorções, estas distorções quando flamejadas geram desconexão com a Fonte.

Há de se ter o entendimento da humildade nas ações do servir...
Que o exemplo de águias que geram danos e perdas devido a arroubos emocionais sirvam a vocês como um mastro do sinal advindo de forças anti-crísticas...

Quem segura a bandeira é cada coração cativo... se o mastro for de luz teremos a bandeira crística... se o mastro for posicionado com intenções ou julgamentos pessoais que contradizem a memória e intenção do Todo vivente da raça humana, torna-se um fardo de difícil compreensão...

Um chão fofo não segura o mastro, mas permite a semeadura...
Percebam que a semeadura pode ser de ervas comestíveis ou daninhas... uma cria outra suprime... suga, desintegra o plano inicial...

Que o seu coração seja o mastro da bandeira crística, coração cativo na arte de despertar e sustentar o amor divino livre de julgamentos mas consciente da cosmoética vigente.


Deixo aqui a codificação necessária para este despertar consciencial.

Com amor sempre e esperança em cada servir.

Pai Micah.”

14/04/16 10:48h


Canal: Renata I. Zimmermann (Coruja Branca).


O Chamado do Comandante Ashtar:

“Saudações águias do Comando!

Este é o meu terceiro chamado.

Há anos mantemos contato através do guerreiro, muito foi dito e pouco foi feito pela maioria de vocês!

Acordem filhos!

Sim, é este meu chamado... é hora de voar.

De manifestar no plano físico a vontade do Pai Criador e da Mãe Divina.

Muito se perdeu em mazelas, em fofocas, intrigas, questões baixas da vaidade humana.

Alguns juram seguir o Pai e a Mãe, honrar e manifestar o plano divino, mas se perdem em batalhas com o próprio ego inferior, em vaidade humana.

No nosso  Comando não há lugar para descanso, mas há trabalho diário e contínuo daqueles que respondem o chamado.

O que espero de vocês?

Vontade crística, desejo de agir no plano divino, autoconhecimento e alegria sincera.

Qual o seu maior desafio? Você!

Então, meus filhos, deixem o ego inferior de lado, controle seus pensamentos e sua língua, use o poder do  verbo para manifestar a verdade crística.

Use o poder do pensamento para vibrar a sabedoria divina.

Use a  vaidade humana para criar a boa nova em amor e devoção ao plano divino.

Seja co-criador da verdade  crística e ela vos libertará!

Meu chamado hoje encerra um período de lutas e combates de três meses, ocasionado por águias que decidiram se revelar como servidores das trevas.

Lembre-se: seu maior desafio - Você!

Sua maior atitude - autoconhecimento.

Como servir? Agindo na alegria, verdade e justiça!

Quem seguir? O teu coração.

Que se cumpra o chamado do Pai e da Mãe!

Gratidão.

Ashtar Sheran
28/11/2015 13:53h
Canal: Renata I. Zimmermann (Coruja Branca).



Alerta do Comandante Ashtar

Quer viver somente na terceira dimensão... viva!

Enquanto o tempo lhe prover...

Mas não faça o desserviço de contaminar a humanidade com a sua mente.

E deixem as águias do Comando voarem livres...

Elas vieram para trabalhar e vocês sabem disto...

Aos que as barrarem sentirão a força do amor divino e do Comando agindo na Justiça.

Ashtar Sheran
28/11/2015 15:03h.
Canal: Renata I. Zimmermann (Coruja Branca).



Recomendação do Comandante

(...) Durante uma reunião interna com os dirigentes da CNA, logo após a mensagem da Mãe Divina, na qual Ela perguntou: “Qual é a sua verdade?”, o comandante Ashtar deixou uma recomendação:

"Filhos, a resposta virá em seu coração e podem manifestá-la diretamente à Mãe e ao Pai...

Aos que um dia deixarem de ressoar com esta missão, apenas partam em paz...

É nosso único pedido.

Ashtar Sheran"
Canal: Renata I. Zimmermann (Coruja Branca).


No final do ano de 2015, a Mãe Divina, Mãe Maria, Mestra Nada, a amada Kwan Yin e muitas entidades do Povo de Aruanda se manifestaram sobre os danos que as ex-águias vinham causando no Plano Divino, conforme os artigos e as mensagens que foram publicadas na época no blog Caminhando com o Mestre.

Foi inclusive no segundo semestre do ano de 2015 que a GM iniciou um novo trabalho com o Povo de Aruanda que atua na Operação Resgate junto ao Comando Ashtar e que viria a abrir uma nova frente inédita naquele período onde seria desenvolvido um estudo avançado sobre a mediunidade. Mas lamentavelmente a campanha de difamação e preconceito desencadeada também por ex-águias contra a Corujinha, interrompeu este projeto que se relacionava à única e genuína religião brasileira, a Umbanda.

Diante de tanta insensatez, o Pai Quirino se manifestou:

"Saudações fios!

Eita que hoje vim falar com ocês sobre 'quizumba-de-pensamento'!

Hehe é fios... ocês arruma tanta encrenca como pensamento e lá vai nós ajuda os fio que só qué trabaiá... Aí ocês pergunta "Mais só de pensar faz mau?"... Ué fios, ocês tem corpo mental pra quê? E quem é responsável por ele e pelo que ele faz? Ocê, ué!!!

Minha gente, só me diz uma coisa... se eu disser quem eu sou, ocês vão acreditar ou não?

Num sei, só sei que eu sei quem eu sou...

Eu me manifesto neste momento através deste canal pra quebrar as quizumba que ocês cria por inveja e atrapaiá o plano divino...

Louva tanto a Deus mas não respeita o Deus que tá no outro...

Parece inté disputa por brinquedo... num é?

Vamos crescer minha gente!

Num importa o canal, importa a mensagem... se ela é real ou não, só seu coração pode avaliar.

Mas antes de julgá, faz um favor pra nós...

Num sai por aí sujando o mundo com maus pensamentos que uma hora ocê vai ter que limpar, ser faxineiro de todo o mau que ocê mesmo causou...

Aí pergunto pro ocês... Tão preparados fios?

Por que a vida cobra... é a lei do Universo... e a gente só tá aqui pra aplicar...

Fica com Deus, fios... que é na simplicidade que o Pai vai manifestar...

Entendeu?

Se não... fique com meu adeus!

E bora trabaiá que pra vida ficar mió, todos temos que atuar... em parceria e responsabilidade fios...

Minhas saudações e amor a todos ocês!

Beijos do Pai Véio aqui..."

Pai Quirino

"Ah, e antes de ir embora, melhor o rapaz mandar assinar como 'canal protegido', hehehe... porque por enquanto é assim que tem que ser né fio?

Oh povo que gosta de confusão ehehehe"

(*) Canal protegido
22/11/2015 - 00:37h

Por um bom tempo, as mensagens dos mestres, mentores e guias espirituais vinham assinados como "Canal Protegido" devido ao fato que esse canal era a Corujinha e ela vinha sendo alvo de uma campanha de ex-águias que a difamavam na rede social e por isso, foi necessário por recomendação do comandante Ashtar que ela ´permanecesse anônima até que essa onda passasse. Meses depois, ela passou a assinar todas as mensagens que canalizava para a GM.

Para compensar o atraso e resgatar o Projeto Terra estabelecido pelo Comandante Ashtar, o Pai Micah promoveu uma aliança do CNA com outra comunidade que vinha sendo inspirada e conduzida por Ele há 12 anos nesta cidade de Barra do Garças. Nesta união, todos os problemas que havia com o CNA foram imediatamente sanados, pois a outra comunidade já vinha realizando os seus projetos que eram tão semelhantes com a nossa que nos causou grande surpresa, certeza e contentamento.

Todos os mentores e guias espirituais desta nova comunidade se manifestaram e nos saudaram nesta nova união, assim como também uniu-se nesta aliança, as duas Hierarquias espirituais destas duas comunidades, somando-se no esforço mútuo de colaboração e serviço ao Pai Micah. Muitas surpreendentes revelações vêm sendo desveladas nas conversas que mantenho com os dirigentes da comunidade que se uniu a nós, possibilitando a realização da Segunda Etapa programada para enfrentarmos os Eventos que assolarão a superfície do nosso planeta.

Desde o dia 20 de maio deste ano de 2017, começamos de fato a caminhar na Nova Era em plena alegria, apesar das dificuldades, a esperança e o trabalho continuam a ser o farol que nos guia na longa estrada que se abre diante de nós.

Agora, é subir a encosta da margem do Grande Rio.

Recomendações de Artigos que complementam este assunto:


Para a sua compreensão, deixo como recomendação a leitura de diversos artigos publicados por mim, desde o ano de 2005 sobre as atividades relacionadas às Operações de Resgate Planetário e também sobre os assuntos ligados ao processo ascensional e de transição da humanidade para os novos tempos. É uma coletânea que separei especialmente para você, querida Àguia!

Paz em Cristo!
Gratidão Profunda,
Shima.
Namastê


Carta do Interventor Divino – O Evento da Grande Mudança Planetária

O Início da Migração das Almas

Comando Ashtar – Existe ou Não?!

Testes e Experiências

O Portal de Burundi – O Amor pela África

O Voo das Águias

Um Portal de Luz em Goiás

Projeção Astral (5 Partes)

Orientação do Comando Ashtar

Comando Ashtar – Sobre os Portais de Luz

Guerreiros da Luz

Orientação da Mentora Nada

Minhas Reflexões – A Visão Multidimensional

Transição Planetária

Sobre a Aparição das Bolhas de Luz

A Última Batalha

Mensagem de Ashtar sobre a Transição

Comando Ashtar – Já Estamos Entre Vós!

Servidores da Luz – O Momento da Transformação

Mestre Nada – Meu Guerreiro

Comando Ashtar – Intervenção Divina

Mensagem de Cristo Maitreya

Aos Servidores da Luz da Nova Era

A Missão dos Servidores da Luz

Minhas Reflexões – Ano I – Nova Era

Falando da Espiritualidade – A Fraternidade Negra

Pausa para Reflexão – O Dilema de um Guerreiro

Comando Ashtar – A Nova Consciência

Depoimento Pessoal

Trabalhadores da Luz – A Cura e Resgate

Guerreiras da Luz – Missão Operação Resgate e Cura

Aos Guerreiros da Luz – O Despertar da Energia Sagrado no Homem

Depoimento Pessoal III – A Limpeza Global

A Cura da Terra

Portal de Gaia – A Terra 5D

Aos Guerreiros da Luz – Alerta Geral

Minhas Reflexões – Ano II – Nova Era

Por que Vocês São Guerreiros da Luz - I

Pausa para Reflexões – A Reação das Trevas!

A Era da Luz – A Nova Realidade

A Atuação dos Guerreiros da Luz

A Revelação – O Novo Holograma da Terra

Por que Vocês São Guerreiros da Luz - II

Legião da Luz – O Chamado Final

Minhas Reflexões –O Caminho da Luz

A Reação da Luz e a Teia Crística - I

A Reação da Luz e a Teia Crística – II

O Voo das Águias – A Jornada na Terra II

O Lado Sombra – O Nosso 2

A Lealdade dos Guerreiros do Oriente

A Intervenção Divina na Terra

A Alma Guerreira Jamais Recua

Minhas Reflexões – A Consciência de um Guerreiro

A Guerra Cósmica e Suas Consequências

A Vitória da Luz

A Descida das Águias

Mensagem do Comando da Frota Estelar

Minhas Reflexões – Ano III – Nova Era

A Nova Era de Luz
http://ernesto-shimabuko.blogspot.com.br/2015/06/a-nova-era-de-luz-12062015.html

Carta do Interventor Divino – A Colheita Final

Chamado às Águias – A Transição para a Nova Era

A Transição de Gaia

Alerta Planetário – A Ascensão de Gaia

A Rampa de Aceleração e a Mudança Planetária

Sobre a Transição Planetária

Pausa para Reflexões – Aos Trabalhadores da Luz

Estamos em BG (Barra do Garças/MT)

Operação de Resgate Planetário

Carta do Interventor Divino – A Grande Mudança Planetária

Começa a Intervenção Divina na Terra

Carta do Interventor Divino – O Despertar Humano e Planetário

Eventos Planetários – A Mudança na Terra

O que é preciso saber sobre Eventos Planetários

Transição Planetária – A Reação Física de Gaia

Operações do CAD – Resgates no Umbral

Gaia – A Jovem Deusa

Ano V - Nova Era - A Nova Realidade Planetária
http://ernesto-shimabuko.blogspot.com.br/2017/01/a-nova-realidade-planetaria.html

Carta do Interventor Divino – A Manifestação da Hierarquia Espiritual na Terra

A Nova Órbita Solar e as Duas Terras

Ashtar Sheran – Meu Comandante

Os Guardiães da Humanidade

Carta do Interventor Divino – A Precipitação do Plano Divino na Terra

Mensagem de Sananda Kumara

Para Onde Vamos? A Construção da Nova Era

A Transição Planetária Terminou – Para Onde Vamos?

As Águias – A Revelação

A Nossa Viagem Cósmica

A Transformação Global da Terra

A Jornada de Um Guerreiro da Luz

Corujinha – A Vida de Uma Guerreira

A Luz e a Escuridão na Vida de Um Guerreiro da Luz


o0o

Postar um comentário

 
Top