0


Estamos agora no ano de 2017. E no Ano V da Nova Era.

A importância que ocorre durante todo este mês de Janeiro é sobre o que está sendo avaliado e analisado pelo Tribunal do Conselho Cármico em relação às decisões tomadas no Conclave que aconteceu em Janeiro de 2012, onde foi extendido um prazo de 7 anos para que mais consciências humanas tivessem condições de despertar sua espiritualidade interior.

O que realmente motivou esta extensão de prazo foi o resultado alcançado durante 25 anos, a partir da Convergência Harmônica de Agosto de 1987, onde todos os Eus Superiores das consciências humanas em sua jornada na Terra foram convocados para iniciar os procedimentos de conexão e assumir suas responsabilidades com suas criações neste planeta. Havia na época cerca de 65 bilhões de almas em experiência no orbe terrestre.

Ao longo deste período, muitos Eus Superiores simplesmente não conseguiram localizar suas centelhas divinas por terem "abandonado" seus fragmentos divinos (centelhas) aqui na Terra e se preocupado com compromissos em outras dimensões ou mesmo por estarem envolvidos com missões em outros universos. Nesta situação, muitas consciências humanas se perderam nos mais profundos abismos umbralinos.

O Tribunal do Conselho Cármico ficou com a incumbência de resolver esta delicada situação a partir da desistência de muitos Eus Superiores que não conseguiram fazer a conexão ou mesmo localizar suas partes fragmentadas aqui embaixo na densidade terrena. E ficou a cargo do Comando Ashtar realizar uma Grande Operação de Resgate nos mundos umbralinos em busca destas centelhas.

Como havia 3 Forças negativas atuando no planeta, os resgates destas centelhas acabou desencadeando uma onda de guerras umbralinas com dimensão cósmica, pois muitas dessas raças planetárias vinham de outros planetas e até Universos e não pertenciam à Confederação Intergaláctica. Assim, durante as operações de Resgate, alguns se opuseram à Missão Crística determinada pelo Governador deste Universo Local, o amado Mestre Sananda Kumara.

Durante o ano de 2016, após a vitória da Luz durante a guerra umbralina planetária (que se estendeu para o Cosmos envolvendo os Comandos Intergalácticos) duas dessas forças foram banidas da Terra e enviadas a outros orbes. O acordo de Paz foi estabelecido então com o Conselho da Treva que permanece neste orbe terrestre até a Colheita Final pois seus membros se originam da própria raça humana que optou por este caminho.

A partir do Conclave ocorrido em Janeiro de 2012 iniciou-se a ação direta do Grande Conselho Cósmico e Universal que tem jurisdição neste Universo Local e atua junto ao Mestre Sananda Kumara. Somente este Conselho pode atuar tanto na área militar como intervir em qualquer situação de conflito que afete um Sistema Solar, Galáctico e/ou Universal. A ação deste Grande Conselho envolve todas as frotas e comandos interestelares dentro deste Universo Local.

Desde que foi decidido a implantação do Plano Divino na Terra pelo Pai Micah para este momento atual da Transição Planetária, o Grande Conselho Cósmico e Universal passou a atuar diretamente em todas as situações, em especial em casos de quebra de acordos intergalácticos e interferência nas consciências humanas por seres que infligiam a Ordem Divina da Criação.

Foram várias etapas iniciais antes que o Conclave de 2012 permitisse o atendimento ao pedido da extensão por 7 anos para que o processo de despertar planetário ocorresse. Antes da Convergência Harmônica de 1987 se reunir, foi realizada no primeiro semestre daquele ano, a avaliação sobre as primeiras gerações das Crianças da Nova Era que já haviam descido à encarnação terrena a partir de 1975 e a segunda leva em 1983.

Durante 12 anos cada uma destas consciências foram observadas e quando a maioria delas conseguiu ultrapassar as barreiras que impediam uma consciência humana comum de avançar na senda da espiritualidade, foram acionados outros processos para apoiar esta elite de vanguarda. Estas novas crianças começaram a abrir caminho nas sombras da escuridão que ainda reinava no nosso planeta.

Com a decisão tomada em 1987, foi autorizada a descida das 3ª, 4ª e 5ª Gerações das Crianças da Nova Era, nos anos de 1990, 1998 e 2006.

E em maio do ano de 2000, durante o Alinhamento Cósmico, todas as Forças da Luz concentraram seus focos para potencializar as emanações dos Eus Superiores que decidiram promover o resgate de suas consciências humanas (centelhas divinas) na Terra, na tentativa de reinserí-las de volta dentro do propósito divino para os quais foram criadas.

Muitas mudanças passaram a ocorrer a partir do ano 2000.

Todos os acontecimentos que afetam o planeta Terra e sua Humanidade são antecedidos por decisões tomadas cerca de dois anos de antecedência. Por isto que, esta reunião atual, Janeiro de 2017, tem um significado e importância maior que todas as anteriores. Encerra-se o prazo de 7 anos em 2019. E tudo o que ocorrer nestes próximos 2 anos estará relacionado ao Despertar Planetário.

A Intervenção Divina foi decretada, o Governo Planetário Divino também foi instaurado. O Plano Divino na Terra se realiza de forma irreversível. A Vontade do Pai Micah se manifesta. E a única Força que restou no planeta hoje é aquela que deve atuar na consumação da Colheita final.
O Conselho da Treva que é parte da experiência terrena dentro da dualidade atua sempre através da energia anti-crística.

Por isto todo o mal está aflorando pela superfície do orbe terrestre. Tem o propósito de separar o joio do trigo. As duas margens do rio já estão bem delineadas e cada um escolhe qual caminho seguir. Os que não se decidirem por um desses caminhos, seguirão outro destino, pois demonstra que não houve aprendizado, ou seja, não evoluiram e nem involuiram.

A Terra é um orbe crístico desde sua criação. Gaia também é um ser crístico. E a Humanidade foi criada para experienciar o amor crístico.

Esta é a Nova Realidade Planetária. A Força da Luz vibra no amor crístico.

Dentro desta série A Nova Realidade Planetária darei continuidade aos artigos com os temas referentes "As Crianças da Nova Era", a "Convergência Harmônica de 1987", o "Tribunal do Conselho Cármico", os "Comandos Estelares", o "Comando Ashtar e o Resgate Planetário", o "Processo do Despertar da Consciência Humana", o "Conclave Universal", o "Grande Conselho Cósmico e Universal", o "Conselho Supremo da Luz x Conselho Supremo da Treva", as "Hierarquias Espirituais e os Guardiães da Raça Humana", "As Forças Confederadas e as Forças Não-Confederadas", "Salto Dimensional".

Outro assunto de grande influência no mundo atual é a ação da Intervenção Divina no plano físico, que envolve todos os hologramas terrestres, desde o sistema atual do domínio da raça humana por forças malígnas que contrariam a Cosmoética vigente em nosso Universo e os atos que ocasionam danos irreparáveis às Emanações de Vida neste planeta. O propósito desta Intervenção é preservar o ambiente terrestre para as novas raças que virão povoar o planeta nesta Nova Era e proteger Gaia de toda e qualquer destruição maléfica em seu corpo físico e sutil e assim criar o espaço saudável para a manifestação das futuras gerações.

Os eventos planetários em andamento no planeta é parte desta Intervenção Divina e também da influência da reação de Gaia que tomou a decisão de ascender para a próxima dimensão física na qual Ela prosseguirá em sua evolução como espírito planetário. Gaia está hoje em plena transformação interior, física e consciencial.

Em Amor e Luz,
Paz na Terra!
Shima.
Namastê.

Postar um comentário

 
Top