0

SAUDAÇÕES A TODAS AS CRIANÇAS DA NOVA ERA!

Durante uma das gravações das aulas do Curso Jornada da Alma, recebi a visita de uma das crianças que continuamente mantem contato comigo.

No intervalo da gravação, ela surgiu:

- Oi pai... cheguei!!!

É assim que ela me chama e num sorriso solto de menina, me perguntou:

- Posso ficar e assistir pai?

- Claro filha... que alegria te ver agora! Como você está?

- Ah pai... estava chato lá, deixei o corpo e vim para cá. Fiz bem?

Como já era de madrugada e sabia que os pais dela estavam dormindo, não vi objeção nenhuma dela estar aqui no NA e ela sempre vem quando quer conversar ou se distrair com os gatinhos que tenho em casa.

- Se vc se sente bem filha, pode sim ficar aqui e assistir. Senta aí e fica a vontade, combinado?

O "deixei o corpo lá" é quando ela está dormindo e resolve sair e se projeta de forma consciente. É uma criança desperta, lúcida e com a mentalidade de uma adolescente. Muito inteligente, "esperta" para dizer a verdade. Sempre vem com muitas perguntas...

Há tempo que ela vem me visitando e compartilhando suas alegrias, tristezas, descobertas e frustrações... Sempre acabamos trocando idéias sobre o dia a dia.

Suas histórias são ricas em revelações. Fala da sua vida na creche onde estuda. Das dificuldades que encontra na relação familiar, pois ainda não perceberam a sua condição de "Criança da Nova Era" e acham que tudo que ela diz é fantasia, mesmo que ela comprove tudo.

Tem conversa de "gente adulta"... e aprende, fazendo... conversando e, tentando fazer ser compreendida. Ela tem sua própria visão do mundo, das pessoas e da família. Tenta falar, mas é "impedida" pela condição infantil que apresenta agora. Fala pelo coração e tenta se expressar dessa forma...

Mas não a ouvem...

Fica aqui a minha pergunta:
Por que uma criança que toma a iniciativa de apresentar idéias, trazendo uma inovação em relacionamentos e com uma visão que daqui somente a 10 anos será comum na vida de todos, não pode ser ouvida???

Se ouvissem o que essa criança tem a dizer sobre a vida, sinceramente, muitas mudanças poderiam ser feitas até na creche e nas escolas...
Assim como ela, outras chegam quase que diariamente para conversar e trazer notícias de como estão se adaptando ao meio em que vivem e como encaram e resolvem seus problemas pessoais.

São crianças... mais que especiais... vieram para manifestar na Terra uma nova relação social. Trazem em sua bagagem a vontade determinada de criar um novo mundo. Sabem exatamente o que esperam delas e também sabem o que devem fazer...

Apenas uma dificuldade momentânea as entristecem. São ainda crianças, limitadas pela idade biológica e do corpo em que habitam. 

Muitas vezes vem em busca de orientação e as recebem.
Carinhosamente me chamam de "pai" e eu, a elas de filhas e filhos.
E todas essas crianças estão encarnadas e espalhadas por todo o Brasil.

Foi por essas crianças que criei a Comunidade Crianças da Nova Era.
Para passar as mensagens que elas tentam divulgar e não conseguem.

São histórias incríveis, reais e verdadeiras. Trazem a marca do amor crístico tão profunda quanto o conhecimento sobre o Plano Divino na Terra. Vieram para isso.

Essas crianças se encontram em outros planos dimensionais para receberem orientações, treinamentos e instruções de suas mentoras e instrutoras. Foram através destas entidades que atuam no plano etérico, que estas crianças vieram ao meu encontro. Depois, tudo começou a fluir...

Ocorrem também, resgates de crianças especiais que desencarnam por acidentes, doenças... e ouvir suas curtas histórias de vida, são comoventes... e emocionam demais!

O que uma pessoa adulta levaria anos, décadas e até vidas para conhecerem e aprenderem... elas já as trazem na bagagem e sabem muito bem como se expressar. Falam sempre pelo coração. É um encanto ouvi-las como resolvem as questões que para os adultos são dilemas e traumas.

A compreensão, a compaixão e o perdão é uma linha do conhecimento destas crianças... são divinas e celestiais!

São anjos de luz!
E encantam as pessoas à sua volta.

Em Amor e Luz,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

(*) Não tinha como não comentar o que ocorreu esta madrugada...
A criança veio até aqui em casa e disse:

- Pai... estou feliz! Você escreveu um artigo para mim! Eu vi...

Ela me deu um beijo tão gracioso e vi o brilho de alegria em seus olhinhos... me senti o melhor pai do mundo!!!

Postar um comentário

 
Top