0

É muito comovente quando surge alguém em busca de socorro e ajuda, após o desencarne.

Tenho desenvolvido estas atividades desde a época em que vivia no Japão em 1990 e, somente anos depois vim a tomar conhecimento de que atuava junto ao Comando Ashtar.

Até então, fazia estes resgates de forma consciente. A maioria destas ocorrências aconteciam dentro das fábricas japonesas durante o meu expediente no turno da noite (yakin) ou então, no alojamento onde morava.

Como era? De que forma acontecia?

Percebi que a maioria não tinha noção da nova realidade em que vivia pensando que ainda estava encarnado, pois se via, sentia e percebia como alguém "vivo" em carne e osso.

A realidade no mundo espiritual (plano astral) e mais precisamente no mundo umbralino (a camada existencial mais próxima do plano físico) é desconhecida pelas pessoas que se dedicam somente ao mundo material. Por isto a percepção da sua condição, após a morte física, é confusa. Pensa que ainda vive encarnado, mas não entende por que as pessoas não as veem, nem ouvem.

É sempre importante que se faça uma instrução baseada em muito amor, compreensão e acolhimento.

Mesmo sem o invólucro carnal (corpo físico), sentem as mesmas dores, feridas, sentimentos de raiva, rancor, ódio, amargura, mágoa, depressão, tristeza e frustração. Também sentem fome, sede, frio e calor. O sofrimento é intenso, bem mais do que quando estava na condição encarnada, pois o tempo deixa de existir e é como se vivessem num espaço de não tempo, onde todas as experiências são vivenciadas intensamente, potencializando todas as sensações. A sensação de dor é algo dilacerante.

As pessoas com desenvolvimento espiritual mais elevado conseguem ser direcionadas aos hospitais espirituais e colônias como são conhecidas.

Agora é fundamental esclarecer que o mundo espiritual também difere muito do ocidente quanto do oriente. Da mesma forma como são suas culturas e tradições quase opostas, as realidades de cada um se baseiam em suas crenças e em especial as tradições de cada povo ou nação.

Depois de tantos anos nestas operações resgate, ainda é surpreendente cada caso que surge no dia a dia, a maioria vem trazidas pelos nossos irmãos que integram o Povo de Aruanda.

São idosos, homens, mulheres, jovens, adultos e até crianças. Não há como descrever a sensação que nos envolve quando uma dessas pequenas crianças nos abraça e beija. Cada uma carrega em si a inocência e ao mesmo tempo uma maturidade que muitos adultos ainda não alcançaram no nível espiritual.

Há casos que nos alegram tanto especialmente quando encontramos alguém que mesmo sem ter a noção de que havia desencarnado, consegue entender a situação quando explicamos. É muito interessante quando citam o conhecimento de algum livro ou filme que já assistiram mas que não acreditaram na época por falar do mundo espiritual.

É um dos casos que ocorreu ontem a tarde após o almoço.

Trata-se do resgate de um senhor na idade de 57 anos que havia desencarnado sofrendo um ataque de cães durante o trajeto até a residência, vindo a falecer possivelmente devido às mordidas na cabeça e no abdomen, locais onde demonstrava sentir muitas dores.

Falou com brilho nos olhos sobre sua neta de cerca de 18 anos, a única parente viva e da sua preocupação inicial após a sua partida. Os pais dela haviam falecido num acidente de carro mas logo em seguida ficou tranquilo pois tinha lhe deixado um pequeno patrimônio. Quando perguntei se ele tinha alguma dúvida sobre a condição que estava, sorriu e respondeu de forma alegre que tudo o que falava se parecia muito com algo que assistiu no filme 'Nosso Lar'.

Contou algumas histórias sobre avistamento de naves onde morava mas preferiu ficar em silêncio do que ser taxado de louco, alucinado. Riu e agradeceu a compreensão. A seu pedido foi levado ao hospital que fica dentro de uma nave de socorro.

Por estas e outras operações durante todos estes anos que criei o CAD - Comando Águia Dourada com o objetivo de dar sustentação nestas missões de amor e amparo àqueles que necessitam de ajuda e perambulam pelo mundo umbralino, sem saber como encontrar o caminho de casa, após o desencarne.

Muitos casos serão narrados ao longo dos nossos trabalhos com o intuito de trazer esclarecimento sobre a existência, missão e propósito do Comando Ashtar  sobre as ações de resgate planetário e a implantação do serviço do amor ao próximo.

Em amor e luz,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Postar um comentário

 
Top