0

O que você deseja para o seu filho?

MINHAS REFLEXÕES - DESENVOLVER A ARTE DE PENSAR


Saudações corações amados!

O mês de outubro findou.

Vocês sentiram que algo mudou neste período?

Qual foi a sensação física diante da série de acontecimentos que ocorreram ao longo deste mês?

Conflitos internos... conflitos existenciais... conflitos interpessoais... como está o seu relacionamento com outras pessoas?

O tempo está diferente? Como você percebe o tempo? 
Está como antes? O relógio marca as horas da forma como vive o seu dia a dia? 
Consegue fazer as mesmas coisas que fazia antes no mesmo período de tempo ou o tempo está acelerado demais?

Sente na pele o estresse, a exaustão... o cansaço?

Sente que algo está para acontecer e não sabe o que é?

Você sabe quais são os sintomas da depressão?

Estamos agora no mês de novembro e venho aproveitar este feriado para deixar aqui para você que me acompanha há tanto tempo,alguns tópicos para reflexão análise e estudo pessoal.

O que é preciso saber sobre estes eventos que começaram a ocorrer sobre toda a superfície do planeta?

O que tem a ver as explosões solares com o nosso dia-a-dia? E como essas ocorrências podem mudar radicalmente a vida de cada pessoa neste mundo?

O oceano, as marés, os ciclones, as tempestades, neves, calor... inundações... são sinais?

Afinal, o que podemos fazer quando tudo isto começa a afetar a nossa vida, a nossa família e os nossos afazeres cotidianos?

São tantas perguntas, muitas dúvidas... e até muita insegurança!

O meu propósito aqui é informar, ajudar e orientar....

O medo deve ser deixado de lado... isso não vai ajudar em nada, apenas complicar mais aquilo que pode ser solucionado. Entendem isso corações?

Ignorar ou se omitir não é a solução. Fechar os olhos ao que está acontecendo é 'tapar o sol com a peneira'. Achar que não será afetado pelo que ocorre em outras regiões é ignorar a nossa interdependência.

Ter a consciência agora... é viver a nova realidade que surge diante de nós. Não se iluda mais. Acredite que a hora da mudança chegou.

Se está lendo este artigo até agora é porque este é o momento de saber o que acontece com você e com o mundo a sua volta.

REALIDADE ATUAL


Os últimos terremotos ocorridos na Itália começam a sinalizar que um novo evento está acontecendo que pode ainda afetar a Europa como um todo. Não se relaciona diretamente apenas com o movimento da placa tectônica Euroasiática, mas também com a existência de fendas por baixo da crosta terrestre onde estão os países da República Tcheca, Eslováquia, Romênia, Sérvia e Bulgária. São regiões antigas e bem remotas no tempo.

Os "efeitos colaterais" das ejeções das massas coronais oriundas das explosões solares ocasionam um aquecimento intenso no magma da Terra. Assim, a pressão no núcleo se expande empurrando o magma pelas fendas (fraturas) sob a superfície da crosta terrestre.

No caso do Leste europeu, o perigo não são os terremotos e sim, as usinas nucleares que existem nestas regiões.

As fendas existentes no continente africano podem ocasionar outros eventos, em breve. Há fendas que vão do Atlântico, a partir dos países da Nigéria e Camarões e seguem o caminho até se unirem a outra fenda sob os países da Eritréia e Etiópia, que se ligam à fenda por baixo do Mar Vermelho. São estas fendas, que se estendem desde a porção da costa africana no Oceano Atlântico, que podem ocasionar os terremotos que impactam diretamente no Brasil, com efeitos ainda mais intensos do que o tsunami de 2004 na Indonésia.

Os terremotos que vem ocorrendo na Oceania estão ligados a outro evento que pode refletir na região das Ilhas de Fiji, Samoa Americana e Tonga causando uma transformação profunda. Por ser uma área submersa da antiga Lemúria, esta poderá voltar a emergir em breve, unindo-se à Nova Zelândia e formando um novo continente quase do tamanho da Austrália, que por sua vez poderá ter metade do seu território submerso.

No Brasil as mudanças climáticas estão causando sérios transtornos e imprevisto às pessoas que vivem no litoral, principalmente no sul e sudeste. Os últimos acontecimentos registrados por moradores locais mostram que já não vivemos nos tempos de outrora, onde o clima, a temperatura e as estações eram previsíveis, seguiam o calendário e configuração anteriormente traçada. Hoje não... As águas estão se elevando e invadindo as orlas enquanto algumas praias estão desaparecendo.

O mês de outubro foi marcante pelos inúmeros eventos ocorridos, registrados em várias partes do planeta. Os sinais da mudança se confirmam dia a dia. O interior da Terra que já é quente, como uma panela de pressão se aquece ainda mais, provocando o extremo... excesso de gelo, neve numa região e calor sufocante em outra. A nossa atmosfera é como uma cúpula girando em alta velocidade com tempestades de alto teor destrutivo.

Verifique os dados e informações de todos os eventos ocorridos somente no mês de outubro e perceba que algo não está normal e nem segue a rotina de anos anteriores. Muitas mudanças acontecem. Isolados, estes acontecimentos nada podem surpreender, mas se analisados em conjunto evidencia-se uma transformação no interior do planeta. E a natureza responde por meio dos terremotos, inundações, mudanças climáticas.

Dentre os fatores que acontecem pelo mundo inteiro, e no caso que envolve diretamente a humanidade terrestre, as sensações e sintomas que atingem as pessoas em particular, são sinais que devem ser observados com seriedade e atenção. O campo eletromagnético da Terra, quando sofre "mutações", afeta diretamente a psique humana influindo nos seus aspectos mental, emocional e físico.

E uma sociedade inteira passa por transformações, já que essas pessoas individualmente vivenciam mudanças muitas vezes radicais em suas vidas. Se considerarmos todos os fatores sócio-políticos, econômicos e financeiros, teremos um barril de pólvora em construção no planeta. Vejam o exemplo sobre o caso da questão político social com o processo de impeachment da última presidente do Brasil. É uma onda de energia que varre o planeta e não só o nosso país.

Há uma opinião pública planetária que começa a ter noção e ciência do seu poder de influenciar, decidir e escolher.

Se para o bem ou para o mal não é a questão em si, mas a mudança que uma sociedade está promovendo dentro de uma cultura e de uma nação. Olhem então para o mundo inteiro. E o que devem buscar?

Procure conhecer a cultura original e primitiva de cada povo, de cada nação. Descobrir onde alguns destes povos e nações perderam sua identidade e, por que se desviaram de suas origens e essência como nação.

Criem um espaço para pensar as questões do mundo, compreenda o quanto está envolvido nesta transição planetária e como isso afeta a vida de cada pessoa neste planeta.

Neste momento, vemos o prenúncio de uma nova guerra mundial, o que seria uma catástrofe humana sem precedentes. Perceba os movimentos de cada força militar nas áreas de risco, estude as raízes de cada conflito. Reveja a história de cada país, de cada nação, de cada povo. Veja como eram antes de serem envolvidos na insanidade da guerra e do conflito em que perderam a noção do tempo e do espaço. Não sabem mais nem quem são hoje. Não tem para onde ir, onde ficar, onde viver... Muitos os chamam apenas de refugiados.

Não se deixem iludir de novo na mentira e propaganda daqueles que não honram a raça humana como seres divinos. Pensem nas questões que ocasionam a detonação de uma guerra e do por que isto é aceito como um fato inevitável quando acontece. Não seria mera distração para desvio do foco de atenção da verdadeira causa?

Pensem nisso corações!

Procure analisar a questão da economia global.... o que está acontecendo pelo mundo inteiro?

Será que estão contando a verdade toda? Reflita sobre essa questão.

A quem uma guerra mundial vai beneficiar?

Os eventos planetários oriundos da natureza, do "ambiente espacial" já foram há muito tempo previstos. E sempre foram do conhecimento dos cientistas e governantes de várias nações do chamado 'primeiro mundo'. 
Agora é a vez da Humanidade tomar ciência e saber destas verdades, mas também não podemos deixar que a distração nos desvie do foco do que acontece nos bastidores dos governos terrestres. Algo não está bem. Mais uma vez, pretende-se que a Humanidade pague a conta.

Mas conta de quê? Qual a sinalização que o sistema financeiro global indica?

Percebe que estamos no meio de uma confusão, onde vários eventos acontecem ao mesmo tempo?

E que podemos atuar, promovendo primeiro a nossa conscientização sobre todos estes eventos que afetam e que ainda podem afetar mais profundamente o nosso planeta, podendo levar a humanidade ao caminho da dor e sofrimento?

Cada nação tem o seu próprio problema atual. É preciso respeitar esta condição. 
Muitas perderam sua identidades nacional... 
A nossa intenção e propósito neste caso, é ajudar as lideranças que buscam a unidade nacional e o resgate da cidadania de cada povo ou nação. Não há como pacificar uma sociedade se os núcleos familiares foram destruídos.

Imagine-se viajando por um país, conheça as pessoas que vivem nele. Veja suas tradições, sua cultura, sua história. Interaja amorosamente com essas pessoas, sorria para elas. Veja como somos uma fraternidade. 

Para que agir de forma a destruir sonhos de uma família inteira? Você permitira que a inocência de crianças fossem violentadas através de bombas e tiros? Por que essas pequenas representantes dos céus, tem que também pagar as contas que sequer esta nação contraiu?

Pergunte a si mesmo: quem é que está colocando em risco a segurança mundial?

As duas primeiras guerras ocorreram na Europa... e pela terceira vez, boatos e ações indicam movimentação neste sentido... Você vai se permitir e aceitar ser envolvido novamente numa nova ação desumana e destrutiva? Quanto tempo levará para reconstruir sua nação? Qual é o preço de uma vida? A sua dor não será a mesma do outro lado da fronteira? Numa guerra, a miséria a e fome é o efeito devastador da condição humana, enquanto do outro lado da realidade, alguém ganha com tudo isso... e com certeza não será um país e nem um governo.

A Humanidade terrestre é uma grande fraternidade. Bastam em qualquer tempo, ou em qualquer situação que digam "Não" à guerra. E saberão colocar os recursos financeiros, tecnológicos, que seriam usados numa guerra de dimensões globais para alimentar os povos da Terra por muito tempo.

Precisamos reviver novamente os horrores da última guerra mundial que devastou a Europa inteira? A Ásia, o Oriente Médio, o Pacífico? Passar novamente por essa catástrofe para aprender que nenhuma nação vai ganhar nada, mas apenas mais dor e sofrimento que levam décadas e séculos para serem curadas? Nas ruínas de cada civilização, quem sai ganhando?

Vejam como eram lindos os momentos de viajar por essas nações, conhecer pessoas alegres, divertidas e humanas? Sentir as amizades que se criam em qualquer relação interpessoal? Olhar as pessoas não como inimigas, e sim como seres divinos? Poder ter a oportunidade de conhecer, aprender e compartilhar cada momento de descoberta sem medo de ser feliz?

Neste mês de novembro, vamos parar para fazer reflexões... vamos observar os acontecimentos humanos sobre a face do planeta... ainda temos o tempo de nos preparar para os grandes eventos que virão ao longo dos meses e anos... mas precisaremos de recursos no mundo inteiro, para dar suporte, treinamento e condições eficazes para as populações que vivem nas áreas de riscos em todo o Globo...

Então, que tal direcionar parte dos recursos que mantem, sustentam e até criam as máquinas de guerra para a sobrevivência necessária da Humanidade nos tempos vindouros?

Ao se defrontar agora com os eventos planetários dentro desta transição, procurem compreender que todas as soluções estão ao alcance de suas mãos... que devem olhar para o lado positivo que move toda a Criação.

Vamos então, nos preparar para o que vem aí?

Com confiança, com a fé em seus corações e, acima de tudo acreditar que nada está além do conhecimento que pode ocasionar mudanças positivas, e promover as transformações pessoais que ajudarão muitas pessoas a encontrarem o caminho da verdade e da vida neste mundo. Os eventos que ocorrem é nada mais do que os mesmos caminhos já percorridos por esta humanidade terrestre.

E sobrevivemos no passado. Sobreviveremos novamente. Acreditem nisso!

Não é preciso ser rico, ter posses, ter poderes... ter abrigo subterrâneo, influência com pessoas poderosas... para se conseguir ultrapassar os obstáculos que podem surgir pela superfície do planeta.

Basta apenas sair da inércia, se movimentar e ter iniciativa de buscar as respostas, encontrar as soluções e criar para si mesmo, um novo caminho a percorrer...

Com a verdade sobre a nossa realidade, podemos alcançar essas respostas... e seguir adiante.

O QUE PRECISAMOS SABER?


Num primeiro momento sugiro que estude e pesquise sobre estes assuntos:

1 - Explosões solares;
2 - Terremotos;
3 - Inundações; e
4 - Mudanças climáticas.

Depois, procure analisar e conhecer:

5 - Crise política mundial;
6 - Cultura de cada povo ou nação; e
7 - Causas dos conflitos que geram a guerra.

No processo seguinte é possível criar uma nova realidade, onde podemos desenvolver os mecanismos de sobrevivência, capacidade de lidar com os eventos, expansão da consciência para entender o espírito da Terra, e por fim, compreender a nossa caminhada neste planeta.

Este é o meu propósito pessoal... mostrar este caminho... o que se pode fazer diante dos eventos que virão!

O que cabe à própria Humanidade fazer, é dela a responsabilidade pelo fazer.

A omissão é o mesmo que consentir. Isto também é uma escolha.

Então que tenhamos a consciência e a decisão de mudar nosso destino e também o futuro da nossa estadia neste planeta que chamamos de Terra.

Estarei semanalmente com você em nossa Comunidade Eventos Planetários, trazendo novas informações para que possamos trocar idéias conjuntas, numa ação contínua ao longo dos próximos meses e conto com a participação de cada um nesta interação mútua que permite compartilhar dúvidas, conhecimento e aprendizado. Cada um tem uma parte da resposta e juntos podemos criar um novo quadro neste mundo de transformações.

Com seriedade, persistência, determinação e muita responsabilidade, é possível fazer a diferença entre os que vão permanecer neste planeta e aqueles que deverão partir para outro orbe.

Ultimamente tenho recebido "visitas" através do percurso interdimensional, ou seja, por projeções de consciências de diversas pessoas despertas, incluindo pessoas de muitos povos e culturas. Nestes encontros, falamos sobre estes eventos planetários, sobre os fatos que a humanidade precisa ter conhecimento e outros eventos que estão previstos para ocorrer, que mudarão radicalmente a vida de bilhões de pessoas neste mundo.

Estes assuntos, podemos conversar nos encontros da nossa Comunidade Eventos Planetários. Participe!

Com amor e gratidão,
Shima.
Namastê.


Postar um comentário

 
Top