0



O Despertar Humano e Planetário

Saudações filhos da luz!

Estamos no limiar de uma Era onde os raios do sol já iluminam as planícies ao longo da linha do horizonte. 
Caberá a cada entidade humana encarnada no plano físico o uso do discernimento e da prática do amor crístico para que o caminho seja trilhado em paz, compreensão, respeito, misericórdia e compaixão a todos os seres independente de suas escolhas pessoais no mundo da Criação.

Neste orbe, a raça humana se desenvolve sempre na busca do crescimento e expansão da consciência. O veículo carnal é apenas a vestimenta temporária de que fazem uso para este processo de evolução no mundo da manifestação da forma. Co-criar é o propósito divino de cada ser em sua peregrinação espiritual.

Desde a Queda da Humanidade, éons se passaram. Após a Grande Catástrofe da Terra, milhões de anos foram necessários para resgatar a consciência mental desta raça humana criada para atuar em conexão divina com a Sociedade Universal. Este era o Plano Divino original.

Até que ocorreu a rebelião cósmica, envolvendo este orbe terrestre. 
O Príncipe Planetário daquela época, num ato de traição ao Pai Criador entregou o Governo Planetário unindo-se à Força anticrística. 
Como consequência, a invasão alienígena negativa foi um efeito deste evento onde diversos acordos foram firmados entre eles e os governantes.

Estas ações criaram duas vertentes conhecidas no mundo como Governo Oculto e Governo Sinistro. A primeira se originou da traição do Governo Planetário e a segunda, dos acordos firmados entre estes governantes e as forças invasoras que tinham a intenção de dominar o planeta.

O Governo Oculto tem como propósito manter o domínio sobre a Humanidade, enquanto o Governo Sinistro tinha como propósito fundamental manter o controle do Planeta transformando a raça humana em escravos com o intuito de serem usados para experiências genéticas e alimento energético. Por milênios estas forças anticrísticas entraram em conflito, batalha e guerras contra a Forças de Resistência dos Filhos da Luz. conforme registram os livros em seu mundo.

Muitas guerras cósmicas se originaram deste conflito e assim, diversas consciências estelares que desencarnaram nestes embates ficaram confinadas neste orbe. 
Reinos umbralinos foram criados para dar suporte, sustentação e amparo a estas consciências que passaram a viver na Roda de Samsara, com a raça humana nativa.

O Tribunal do Conselho Cármico é o Tutor da Humanidade Terrestre.

Nenhuma consciência pode encarnar ou viver nos mundos inferiores da Terra sem a ciência do Tribunal do Conselho Cármico. Cada centelha divina e cada consciência é devidamente registrada no Livro da Vida. Toda e qualquer emanação de vida que se manifesta neste orbe é acompanhada; um guardião fica responsável pelos registro contínuo de cada uma destas manifestações.

A Criação se manifesta através de duas energias: a Força Crística e a Força Anticrística.

Assim o Universo se expande. O processo evolutivo positivo ou negativo é uma expansão destas Forças. O livre arbítrio existe para criar oportunidade de conhecimento através da arte do pensar, questionar, estudar e aprender.

Cada consciência humana se origina de uma consciência maior, conhecida como 'Eu Superior'.  É função desta entidade que vive nos planos superiores da Criação estar presente no processo de expansão do Universo, assim Ela pode co-criar através da sua consciência inferior manifestada nos reinos da Criação para esta finalidade. 

Portanto, as entidades humanas existem pela vontade de seus próprios Criadores. Foram estes Criadores Divinos que colocaram sob a Tutela do Tribunal do Conselho Cármico, as suas personalidades manifestadas.

Dentro deste processo de expansão há duas entidades espirituais que coordenam, estas Forças: o Conselho Supremo da Luz e o Conselho Supremo da Treva. 
O Conselho Supremo da Treva inspira ações anticrísticas. A escolha de como agir pertence à cada personalidade manifestada.

O acordo mencionado na última Carta refere-se à estas duas entidades.

Os governos terrestres são em sua maioria influenciados e suportados pelo Governo Oculto, através de aporte financeiro, científico e militar que ordenam e geram as ações dos demais segmentos. A diferença entre uma ação suportada pelas forças se refere no objetivo e forma como são conduzidas. Quando crísticas geram crescimento com amor, fraternidade e alegria. Quando anticrísticas ocasionam disputa pelo poder, cuja competição e subjugação dos participantes são marcas da forma como exercem o seu domínio.

Este é o sistema ainda dominante no orbe terrestre.

Há dois mil anos, o Pai Criador veio ao mundo iniciar o resgate da manifestação do amor divino. E novamente retorna para implantar o Era de Amor e Luz.

Assim como foi no princípio, o Governo Planetário será agora restituído ao seu verdadeiro Criador. Por isto a Presença Dele se faz no mundo da forma.

Quando as consciências permitirem a vibração desta nova realidade, o Criador fundamental poderá reassumir a condição de Governante Planetário.

O Grande Evento anunciado está relacionado a este acontecimento.

Apenas o Governo Oculto e sua lide recusa esta mudança global e planetária, colocando suas forças em estado de guerra contra o Conselho Supremo da Luz. 

Por nove meses, as Forças Anticrísticas concentraram esforços no sentido de manter a supremacia no orbe infringindo acordos no espaço cósmico e nos subterrâneos da superfície terrestre. 
O fim deste estado de beligerância foi decretado pelo Conselho Supremo da Luz manifestado pelo Grande Conselho Cósmico e Universal. 
Neste sentido, várias tentativas de acordo foram oferecidos pelo Comando Ashtar para que a Paz pudesse ser restabelecida e o propósito crístico de criação deste orbe pudesse ser fielmente cumprido.

O mesmo impasse permaneceu e se agravou, surgindo ações conjugadas com a intenção de criar uma nova Guerra Mundial, por este motivo a Intervenção Divina direta no cumprimento da ascensão planetária foi decretada.

Percebam, a Intervenção Divina direta no cumprimento da ascensão planetária não infere no livre arbítrio das consciências manifestadas. Uma independe da outra. Há espaços na Criação para que as Forças se dirijam, este orbe pertence a um Criador crístico.

Este fundamento deve ser conhecido pelo Mundo. Como efeito esperamos o despertar da humanidade, ou seja, das personalidades aqui manifestadas para que cada qual exercendo o poder do seu livre arbítrio permaneça neste orbe ou seja encaminhado ao orbe que condiz com a sua essência predominante, manifestada no interior de seus corações. Lá reside a verdade experenciada.

Gaia já decidiu. 
Esta conscientização permite que cada personalidade que compõe a Humanidade tenha a oportunidade de se manifestar agora. Seu livre arbítrio será plenamente respeitado. 
Aos que assim escolherem, sigam em Paz! 

Permaneçam na Paz!

No Propósito do Servir,
Interventor Divino.


Em Amor e Luz,
Paz em Cristo.
Shima.
Namastê.

Postar um comentário

 
Top