0


"O amor nunca acaba o que acaba é a ilusão do Amor!..."

A frase acima tem gerado certa polêmica. Isto ocorre justamente por causa da ilusão que vivemos no mundo da forma. Tudo é formatado de acordo com o sentimento e o pensamento humano. Criamos o nosso próprio mundo. E vemos este mundo conforme as nossas próprias crenças. Somos criadores.

Sempre acreditei no Amor. Vivenciei a vida com Amor. As minhas experiências são fundamentadas na Lei do Amor. E existe esta Lei? Sim, existe. A pergunta que incomoda seria esta: Por quê?!


Em outros níveis existenciais não há esta Lei. Ela existe apenas neste plano terreno onde estamos inseridos para uma grande experiência humana. Esta Lei passou a existir quando a energia do Amor foi desvirtuada para exercer o domínio sobre a nossa humanidade. A polaridade foi invertida e o Medo foi criado.

Sem um parâmetro para o discernimento, a consciência estaria totalmente dominada pelo Medo transformando o nosso mundo numa realidade plena de ilusões. Se isto ocorresse, a Luz jamais poderia penetrar no coração humano. Quando o Amor está presente, a Luz é irradiada e a escuridão se desvanece.

O Medo mantém a ignorância porque se baseia na mentira, enquanto o Amor transborda em sabedoria e verdade. Um cria a Ilusão e o outro a Luz.

Ao se manter sempre ancorado no Amor, as trevas deixarão de existir. Em sua polaridade, a frequência da Luz é altíssima e poderosa. Este é o Poder do Amor... criar a Luz!

As sombras do amor terreno são um fragmento do Amor Divino. Na incompreensão desta verdade está a causa de tantas ilusões no mundo e de tantos desenganos que ocorrem nas relações humanas. Por isso, a compreensão, em seu conteúdo mais profundo e espiritual sobre o significado real do Amor, quebra as bases deste amor ilusório, que foi criado apenas para o domínio das massas humanas.

Já perceberam que o "apego" é o "medo" da perda?

O Amor é unidade e essência. Somos todos um na criação divina. Somos inseparáveis por toda a eternidade. O Medo nos separou neste plano terreno. Fragmentou o que era Uno. O egoísmo e apego fazem parte da mesma egrégora e são energias criadas na intenção de escravizar a alma humana neste plano existencial. O objetivo do Medo é manter a alma e a personalidade humana afastada da sua origem divina. O Amor.

E Amor, é Deus.

Paz!
Shima
(12.06.2012)

Postar um comentário

 
Top