0


A Mãe Divina, Mãe Maria, Kwan Yin, Mestra Nada e Amada Gaia em nossas vidas


Saudações da Luz corações amados!

Hoje, dia 08/05/2016... é um dia além de especial... é mágico!

Durante décadas peregrinei em busca da verdade. Mas sempre foi a verdade sobre aquelas questões básicas que sempre mencionei em meus artigos desde o início das publicações há mais de dez anos. E continuamente persisti... corri atrás literalmente (dei a volta ao mundo várias vezes)... estudei, pesquisei... e insisti.

- Quem eu sou? De onde vim? Para onde vou?

Estas questões geraram uma série de contradições, controvérsias, conflitos e discórdias. Em contrapartida, ocasionaram uma outra série de descobertas, revelações e surpresas... e principalmente, de vivências inesquecíveis, maravilhosas, surpreendentes e por que não dizer... transcendentais!

Passei por momentos de verdadeiros "sufocos" que para uma consciência humana encarnada na terceira dimensão - dentro de uma sociedade engessada em tabus, crenças e valores enraizadas de forma tão cristalizada -  geraram tantos transtornos que praticamente me levou a ser considerado um "estranho no ninho".

Por vergonha, por constrangimentos, por estar "fora da realidade" nos parâmetros convencionais... fui "exilado" do país e enviado para longe da minha família, dos meus filhos e dos meus relacionamentos construídos ao longo da minha juventude. Este fato jamais poderá ser contado comdetalhes por respeito e consideração àqueles que não sabem da história e se chocariam com o que aconteceu, como ocorreu este drama na época. A verdade não pode ser dita. O choque e dano seria inconcebível para as pessoas com quem ainda mantenho laços de afeições. Mantenho o meu silêncio.

Por duas décadas "vaguei" pelo mundo... como um filho perdido... alijado da minha condição como ser humano, cuja dignidade, caráter e honra foi posta a toda a prova. Nem mesmo quando fui "internado" por 3 anos num Instituto de Saúde Mental através de testemunhos "falsos" e "ocasionais", carregando o rótulo de "doido"...  nem mesmo quando passei a mendigar por um pedaço de pão pelas ruas de Brasília e de São Paulo, foram motivos para o desânimo ou a desistência.

A questão da minha mediunidade teve neste período um dos maiores entendimentos sobre os motivos pelos quais muitos irmãos e irmãs são internados justamente pelo fato de não terem seus dons espirituais compreendidos pela família ou pela sociedade onde estão inseridos, são vistos pela ótica da materialidade pura e simples... marginalizados por expressarem estes dons mediúnicos. As perdas nestes casos são gravíssimas e tudo prossegue dentro da Lei do Livre Arbítrio.

Quantas vezes, passei por difamações vindas de pessoas que eram consideradas amigas e leais? Quantas vezes vivenciei o drama de ter que me manter calado e neste silêncio observar os acontecimentos que me martirizavam a alma e o coração? Em quantas situações fui envolvido sem nada ter feito ou até mesmo sem saber o que ocorria... acabava sendo o pivô de circunstâncias incontroláveis...

Quantas separações... vivi e sofri... e nada pude fazer para evitar...

Para um homem comum... seria o fim trágico. Para mim, foi o aprendizado que desenvolveu a compreensão sobre o amor verdadeiro. A renúncia estabelece na alma a consciência da compaixão e misericórdia. Esta é a lição da alma humana... aprender a ser divino!

E quando aprendemos a nos reconhecer como seres divinos... resolvemos a primeira da grande questão da vida: Quem eu sou?

A partir deste ponto... toda uma vida passa por uma grande guinada (a expressão mais usada por mim nestes 10 últimos anos)... foram várias a partir desta descoberta e revelação... o que somos! Nada mais... nenhum aspecto da vida mundana faz sentido... simplesmente, toda a ilusão começa a se desvanecer a olhos vistos, jamais sonhado ou imaginado pela consciência física e humana. Tudo se transforma... se transmuta...

Então... vem a expansão da consciência... vem o despertar da consciência... vem o novo caminho a trilhar... e um peregrino, torna-se  então... o discípulo da vida... aprende a dirigir e a conduzir seus próprios passos rumo ao "desconhecido"...  marca o seu reencontro com a sua própria alma... com a sua consciência superior... e nisso, retorna aos braços Daquele que "um dia" o criou... é o verdadeiro significado da "volta do filho pródigo". A primeira verdade revelada!

Mãe Maria


Durante 7 meses do ano de 2002, no Japão, passei pelo mais profundo, dramático e doloroso processo de purificação e limpeza da minha consciência. Foi aquela sensação de ter a "alma lavada", após um encontro divino, celestial com a amada Mãe Maria... o meu primeiro encontro consciente com essa divina Mãe. Mãe da nossa Humanidade. Mãe dos aflitos, dos desamparados, dos sofridos, dos desesperados. Uma Mãe que jamais irei esquecer quando em momentos de dores, conflitos internos, desesperos... me acudiu, me amparou, me consolou... até deitar minha cabeça em seu colo amoroso, quando rios de lágrimas banhavam minha face... até quando minha alma sangrava... lá estava Ela, a Mãe Maria!

Eram momentos de catarse, 24 horas por dia, semana após semana.. mês a mês... até que em sua conclusão, já não me reconheci mais... e sempre com Ela ao meu lado... ouvindo sua voz sussurrar, me acalmar quando entrava em desespero e conflito com cada situação de revolta, de raiva... de mágoas.... a amada Mãe Maria estendia suas mãos sobre minha cabeça e afagava... nisso, me acalmava... depois com o rosto molhado... adormecia! Somente assim, neste processo divino... sentia a paciência de uma Mãe única, ímpar... cujo amor é indescrítivel, inenarrável... pois sentimento deste nível não há palavras para descrever!

Ao longo dos anos seguintes... era presença marcante em cada conflito que surgia em circunstâncias inesperadas na minha vida... mas também era aquela Mãe que presenciava diante de cada Portal de Luz que ficava diante dos seus filhos e filhas amados... que eram resgatados dos umbrais e levados aos Portais de Luz... onde Ela os esperava, abraçava-os, beijava-os... e no seu sorriso, curava as dores, as chagas... curando as feridas que sangravam de todos aqueles que se aproximavam Dela. O olhar da Mãe Maria expressava o brilho do amor que jamais poderei esquecer... por tão divino e celestial que irradiava... de um coração onde jorrava raios de luz... de amor... compaixão... perdão... compreensão!

Como se dizia no ditato popular: "Conselho de mãe não falha!"... devo confessar que os conselhos da Mãe Maria se realizaram, se concretizaram... se manifestaram ao longo dos anos de convivência com Ela... foram surpreendentes e... divinos! Muitos alertas... muitos avisos... muitas revelações... várias previsões... e, com as recomendações da Mãe Maria prosseguia confiante e sereno acreditando sempre na sua intervenção divina...

E, foi Dela... da Mãe Maria que no ano passado após várias insistências amorosas que me dizia continuamente: "Filho, abra o teu coração!"... "Filho, é hora de trocar o guerreiro pelo homem... o teu momento chegou!"... e, a revelação: "Siga a rosa, guerreiro... e deixe o coração falar a ti!"... e assim, numa sequência de conselhos... durante o período de intenso conflito onde apenas almejava seguir só na minha missão espiritual de vida... após uma separação tumultuada... a Mãe Maria, respeitando o meu livre arbítrio apenas me pedia o uso do discernimento, da paz interior, da harmonia... do perdão e da confiança....

Assim, seguindo as palavras amorosas da Mãe Maria... alcancei a plenitude do êxtase daquilo que chamamos de felicidade... e todas as vezes que Ela se manifesta... minha vida pessoal deixa de ser o mesmo... isso porque diariamente em nossos encontros sempre traz novas informações, orientações... novas revelações!

A compreensão alcançada durante os últimos eventos que envolveram as deusas guerreiras... as sacerdotisas da GM, na qual a Mãe Maria sempre foi a responsável por toda e qualquer sacerdotisa encarnada na Terra, tem sido um dos maiores aprendizados da minha vida como missionário.

O Código de Ética das Sacerdotisas e dos Sacerdotes que rege a GM foi enviado diretamente pela Mãe Maria.

As recomendações da Mãe Maria foram fundamentais, principalmente quando tudo parecia ir contra a maré... Ela amorosamente pedia que tivesse paciência em determinados casos que considerava perdido e que no decorrer do tempo, percebia como Ela realmente conhecia as suas sacerdotisas encarnadas. Uma em especial, em que me comprometi em ajudá-la no resgate, pois como Ela mesma confessou, fora sua parente quando esteve encarnada na época do Mestre Jesus e a ajudou a cuidar do Seu filho...

Me entreguei ainda mais nesta missão pessoal (à pedido da Mãe Maria), depois que a própria Deusa (Eu superior) desta sacerdotisa se encontrou comigo e se comprometeu também no resgate da centelha que havia "abandonado" por ter estado numa missão em outro orbe. Receber a gratidão desta Deusa foi comovente... e tem sido assim com quase todas as sacerdotisas da GM que sairam. Suas próprias Deusas vieram e agradeceram pela oportunidade que foi concedida às suas essências encarnadas. Eu, apenas olhava para a Mãe Maria e a via... sorrindo!

Falando em resgates é preciso salientar que em todas as operações com o Comando Ashtar, era visível a presença das Filhas de Maria, uma Ordem que tem a função, missão e serviço, focado no resgate das consciências... dos desencarnados que se perderam na escuridão do umbral.

E quando pensava que somente os Cavaleiros da Ordem do Arcanjo Miguel eram os únicos a penetrarem nas mais densas e profundas camadas umbralinas até a 7º dimensão negativa, fui tomado de surpresa ao saber que as Filhas de Maria eram presenças marcantes em todas as operações de resgate e cura junto ao Comando Ashtar.

Conhecer as Filhas de Maria foi uma das mais emocinantes descobertas ocorridas ao longo do último ano e até fui levado pela Mãe Maria junto com uma equipe especial formada pelas águias da GM numa operação de resgate de alto risco, para conhecer um Hospital Espiritual mantido no mundo umbralino, onde são levados os seres desencarnados para tratamento e cura.

É também uma dessas Filhas de Maria que conheci durante um atendimento de emergência no qual, literalmente salvou a minha vida e que continua sendo a minha conselheira pessoal na questão de saúde, proteção e equilíbrio energético, de fundamental importância na minha vida diária, material e espiritual. É divina a presença dela a todo momento. É como uma mãe que vela por um filho!

Assim como a Ordem de São Miguel atua em qualquer ambiente ou camada da criação, também as Filhas de Maria penetram nas mais densas camadas umbralina e em qualquer nível interdimensional da Criação para todos os tipos de ações necessárias à Ordem Divina.

Mestra Nada


Falar das Mâes sem mencionar a minha mentora espiritual, Mestra Nada seria injusto... pois Ela ocasionou as grandes mudanças na minha vida e também o sucesso da criação e da manutenção da GM até os dias de hoje. Além de mentora, instrutora, a chamo carinhosamente de "minha advogada" diante do Tribunal do Conselho Cármico do qual Ela também é um dos membros. Tem sido Dela, as maiores instruções e aprendizados em como apresentar relatórios, prestar as contas da GM e de todas as atividades em que estou envolvido no Plano Divino na Terra.

Por várias vezes e outras em muitas visitas ao NA, são passadas informações e orientações que tem por finalidade ajudar no crescimento e na conscientização de cada águia da GM. É uma grande Mãe que ajuda e ampara nestes momentos decisivos, pois a partir da pronúncia do Verbo, segundo Ela, um veredito é tomado, por isso, a responsabilidade e o discernimento nestas horas de manifestação.

É também a Mestra Nada a responsável por todos os Templos que são criados pela GM e que ficam sob seus cuidados e supervisão. Nenhum Templo Divino da GM foi criado sem a autorização da Mestra Nada, pois cada Templo Sagrado está ligado diretamente ao Tribunal do Conselho Cármico, são Pontos Focais de Luz, de ancoragem da Energia Crística, do Poder sublime da Mãe Divina e a Mestra Nada é uma Guardiã de todos estes Templos erigidos para a manifestação do Plano Divino na Terra. Nada do que ocorre dentro destes Templos, acontecem sem que Ela saiba. A cada alerta Dela, medidas de precauções são tomadas mediante as orientações e instruções diretas desta Guardiã.

Perdi a conta de quantas vezes... em quantas situações... a Mestra Nada chegava até a mim e me encontrava com lágrimas nos olhos... chorando amargamente em meu silêncio sobre os revezes da vida e da missão que sofria constantes e ininterruptos ataques por parte das forças anticrísticas. Ela carinhosamente sentava ao meu lado e me abraçava. Em sua serenidade e sabedoria, esclarecia cada conflito... cada situação... e pedia-me calma e paciência, pois tudo Ela via. Suas palavras eram consoladoras, animadoras e me motivava sempre a prosseguir, assim como a do comandante Ashtar que também surgia nestes momentos de dilemas e conflitos.

Mas era a Mestra Nada que sempre me inspirava a confiança e a coragem de seguir adiante apenas com aquele olhar meigo, divino, sorridente. "Sorria guerreiro!"... constantemente ouvia isto Dela, desde a minha passagem pelo Japão. A presença da Mestra Nada é precedido pelo aroma de rosas que impregna o ambiente, inebria minha alma. A irradiação Dela é inconfundível de tantos encontros já ocorridos. Apenas em pensamento já sabemos que uma conexão se faz e ocorre. Tem sido Dela os treinamentos mais profundos sobre a execução da minha missão espiritual. A disciplina é algo marcante nestes treinamentos. A cosmoética é algo que ultrapassa qualquer conhecimento humano sobre sua verdadeira essência universal. Na Terra ainda é desconhecida a dimensão desta ética cósmica.

Ao lado de Sananda, o meu querido Mestre, tem sido a companhia constante durante os últimos 12 anos, da qual incontáveis mensagens estão guardadas contendo revelações, avisos, alertas e recomendações pessoais. Tudo o que Ela previu na minha vida, aconteceu. Tal qual como Ela disse que ocorreria. Os últimos acontecimentos na minha vida, na GM e até aqueles relacionados às águias, tem sido tão precisos que nada mais faço do que seguir suas orientações. Se antes nunca coloquei em dúvida suas mensagens e orientações, hoje, por tudo o que possa acontecer na minha vida e na missão que comprometi a cumprir, jamais poderei deixar de acreditar em cada palavra dita por Ela.

Foi também da Mestra Nada... a orientação para criar o grupo Guardiães da Luz em maio de 2012 e focar a minha atenção na Oração dos Guardiães da Chama Sagrada, como o ponto de sustentação de todas as Emanações de Vida na Criação Divina. Todas as atividades desenvolvidas na GM são apresentadas à minha mentora antes mesmo de serem postas em prática. Assim tem sido o meu compromisso com Ela, ser leal e ético diante da Grande Missão na qual Ela é hoje, a minha Instrutora e Guardiã.

As futuras águias... as águias que frequentam a GM... e outras almas guerreiras que compõe a legião dos anjos estelares em missão na Terra passam por seus treinamentos nos Templos etéricos, onde a Mestra Nada é a instrutora e mentora de muitos servidores da Luz que estão ligados ao Plano Divino na Terra.

Kwan Yin


Na verdade conheci a amada Kwan Yin no final de 1977, mas com outro nome que somente fui identificar na minha passagem pelo Japão, durante uma longa peregrinação de estudos e pesquisas feitas no país do sol nascente. E foi Ela que me consagrou quando atingi o cume do Monte Fuji no ano de 1992, como um peregrino da Luz em minha jornada espiritual. Contar todos lances milagrosos que vivenciei em solo é o assunto de um artigo em breve...

Através de Kwan Yin conheci um mestre japonês que foi meu instrutor nos primeiros anos da minha estadia no Japão e com quem aprendi a arte da cura com as mãos. Também tive as primeiras experiências extrafísicas de forma consciente, com este mestre que a representava naquele país, principalmente sobre resgates e o mundo espiritual. O conhecimento inicial sobre a assistência espiritual foi um dos maiores aprendizados ocorridos durante cerca de 3 anos consecutivos sob a orientação direta deste ser de Luz, cuja mentora era a amada Kwan Yin.

O sentimento de compaixão e misericórdia é algo marcante nesta divina Mãe do Oriente, pois é assim que considero Kwan Yin que é muito conhecida em toda a Ásia, como a Mãe Maria é no Ocidente. E foi em maio de 2012 que Kwan Yin fez a ancoragem da Luz do Oriente no primeiro NA (Ninho das Águias) em Brasilia, iniciando o processo da unificação das duas egrégoras: Oriente e Ocidente.

Foi com muita alegria que recebi a visita da amada Kwan Yin aqui no NA atual, onde Ela se manifestou pela primeira vez de uma forma que me surpreendeu, pois sua presença tem sido constante, mas nunca tinha ocorrido do jeito que aconteceu semanas atrás. Ela veio pessoalmente e conversou sobre alguns acontecimentos, revelando alguns pormenores que não tinha ciência e que me ajudaram muito a desvendar um processo que ocorre hoje na humanidade, e principalmente no Brasil.

Tem sido sempre pelo aroma do Jasmin que identifico a aproximação ou a presença desta amada e divina Mãe do Oriente. Ao lado do Mestre Saint Germain , vivencio com Ela as mais lindas experiências com a Chama Violeta.

Amada Gaia


Desde setembro do ano passado após o evento da Primavera, a amada Gaia tem se manifestado continuamente nos encontros . Sua presença amorosa é tão intensa e marcada por sentimentos tão profundos sobre a própria humanidade, que tem me comovido com tantas demonstrações de amor por todos nós.

Ficou marcado na minha consciência física quando Ela vivenciou o dilema da sua ascensão planetária e vendo os efeitos da transformação geológica do seu corpo físico, entrou voluntariamente em recolhimento, devido ao amor que nutria pela raça humana. Ela simplesmente sentiu a compaixão por todos os seres humanos que passariam pelo expurgo planetário.

Quando Ela decidiu prosseguir em seu processo evolucionário, disse:

- Guerreiro, estou começando a minha transmutação agora!

E assim dito, foi o sinal passado por Ela, segundo um acordo feito num dos nossos encontros, onde Ela havia falado que me avisaria sobre a decisão Dela. Devíamos nos preparar para os grandes eventos a nível planetário. Desde então, iniciou-se a transição final em nosso planeta.

Sobre a amada Gaia... é a que mais menciono em meus artigos neste blog. Por ela desenvolvemos várias atividades, operações de limpeza e de purificação planetária. Na GM temos inclusive, uma Unidade especialmente criada para auxiliar Gaia em seu processo de ascensão planetária.

Minhas mentoras atuais


Como o dia de hoje é uma homenagem a todas as Mães, sinto a vontade de agradecer através da menção de todas aquelas que de alguma forma contribuem e participam da minha jornada na senda do conhecimento espiritual e, principalmente da imensa ajuda que recebo a todo momento através delas. Serão Elas que estarão nos próximos artigos a serem publicados no Site Caminhando com o Mestre, brevemente.

É o caso da amada mestra, complemento divino de um dos grandes arcanjos, que me proporcionou uma das maiores descobertas sobre a realidade umbralina. Também a minha Deusa Walkyrja que se tornou uma companhia constante e diária, tornando-se minha Guardiã pessoal. A amada Portia, também membro do Tribunal do Conselho Cármico e complemento divino do amado Mestre Saint Germain que hoje atua junto à GM e da qual se tornou a nova mentora e instrutora do Instituto criado em sua homenagem. Palas Athenas é outra grande presença que atua diretamente na precipitação do Plano Divino na Terra que vem se manifestando intensamente junto à nossa Missão Crística. E ainda a minha gratidão às Comandantes Estelares que vem proporcionando maiores esclarecimentos sobre a nossa existência como raça humana evoluindo neste orbe terrestre.

Mãe Divina


Agora, corações... vamos falar da grande revelação que surgiu na minha vida no ano passado, mais precisamente no segundo semestre... o meu reencontro com a Mãe Divina.

Nos meus artigos publicados no Caminhando com o Mestre, apenas expus alguns comentários e poucas revelações sobre a existência e a presença da Mãe Divina em nossa realidade terrestre e humana. Mas foi justamente no meu reencontro com o Pai Micah de forma oficial ocorrida em agosto do ano passado, após 10 anos de ausência desde aqueles últimos encontros ocorridos no Japão em 2005, que passei a ter um contato direto e diário com a Mãe Divina ocasionando as maiores e mais surpreendentes revelações sobre mim e a minha vida, sem falar na missão que deveria cumprir junto ao Pai Micah.

Amorosamente a chamo de a Mãe de Todas as Mães!

Foi através de uma intervenção direta Dela que acordei para uma realidade maior na minha missão espiritual. O Chamado Dela foi claro, transparente, revelador e mágico! Trouxe à minha memória a abertura do espaço/tempo perdido nos longíquos das eras e ciclos, como também me despertou para a verdade crística da qual precisava tomar ciência e conhecimento, e assim, cumprir uma missão que era mantida oculta de mim mesmo este tempo todo.

Uma das revelações foi sobre  o meu destino com a "rosa" que todas as Mães - Maria, Nada e Kwan Yin - haviam falado e revelado, mas não o que era essa "rosa" ou quem era. Somente com o passar do tempo que tudo foi se descortinando através dos sorrisos enigmáticos da Mãe Divina. Foi um período tenso e dramático num aspecto e noutro... mágico, marcado por incensantes alegrias, com muitos desvendamentos de vidas regressas... mistérios que ainda me intrigavam a alma e a mente consciente.

A minha gratidão à Mãe Divina não tem medida que possa expressar neste mundo terreno. Nem mesmo pelo lindo e maravilhoso presente que recebi dela ao mostrar a tão misteriosa "rosa" bem diante de mim. E esta "rosa" nada mais era do que a própria Corujinha. Foi desta Mãe Universal, as maiores alegrias já vivenciada por um homem, um filho e um irmão encarnado na terceira dimensão.

A Mãe Divina... como mãe foi única...  majestosa... profundamente amável, compreensiva, paciente, alegre, o que faria um filho se erguer do mais profundo abismo e galgar cada degrau apenas para estar na presença Dela!

Fui testemunha dos maiores e mais dramáticos resgates de seus Filhos e Filhas perdidos há milhões de anos nos umbrais da Terra. Fiquei profundamente emocionado e comovido ao assistir os reencontros destes amados seres celestiais com a Mãe Divina. Por mais surpreendente e transcendental que possa parecer, vi muitas lágrimas de alegria e felicidade nestes reencontros de verdadeiros arcanjos que haviam perdido o contato com Ela e que apenas a menção do nome Dela, causava uma comoção indescrítivel e trazia à tona, as lembranças perdidas no tempo.

Até magos negros , serpentes, todas as classes de seres trevosos... ao ouvirem o nome da Mãe Divina, tremeram de emoção profunda... muitos desmaiaram ao verem as feições amorosas da Mãe Divina. Estes encontros foram marcados por sensações indescritíveis... e somente o sentimento da alma poderia explicitar a magnitude de tais reencontros. As conscientizações foram acontecendo numa sequência inimaginável.

Uma das aparições da Mãe Divina em um dos reinos umbralino ocasionou a maior peregrinação jamais vista nestes mundos e surpreendeu a todos pela transformação ocorrida naquele reino do umbral. Muitos filhos e filhas da Mãe Divina foram resgatados a partir daí. Em toda a minha vivência e experiência no campo espiritual jamais havia visto algo tão sui generis e transformador. Perceber como a Mãe Divina é capaz de romper todas as camadas e dimensões da Criação e estar onde Ela quer estar e atuar.

Como Mãe... é incrível a sua ação na defesa e proteção de um filho ou filha sob ameaça por parte de uma força anticrística. Imediatamente  se transforma na Mãe Guerreira, não teme nem as maiores forças e poderes existentes em qualquer espaço da Criação que atuam contra a verdade crística. Apenas Sua Presença já impõe a Ordem Divina.

Ouvir a Mãe Divina é outra oportunidade única na vida de um peregrino, pois Suas palavras ressoam no âmago do coração... no fundo da alma. São mensagens que desnudam a nossa imagem ilusória sobre nós mesmos e a vida. Sua voz ressoa no lado mais sombrio da personalidade humana e nos leva à Luz. Um Amor que a mente humana neste plano terreno ainda é incapaz de compreender e até entender por sua magnitude e dimensão.

Estar com a Mãe Divina é o momento mais sublime na vida de um ser encarnado, pois até aqueles que deixaram a vida neste plano físico, anseiam por este reencontro. É como a busca infindável pela razão de viver as experiências terrenas... que na presença da Mãe Divina, tudo simplesmente se revela. Toda a maldade desvanece diante do sorriso Dela!

As mulheres no plano terreno da manifestação física, representam a energia feminina que vem da Mãe Divina e todas as egrégoras refletem essa Força que Dela provêm. A Maternidade neste planeta tem o propósito de manter a Lei da precipitação da criação em todos os recantos deste orbe terrestre e nisto, manifestar o amor crístico como a fonte de toda a criação e fraternidade humana.

Assim como ofereço este artigo a todas as mães da Terra, também homenageio estas amadas Mães que divinamente transitam em nossas vidas diárias continuamente, atendendo às invocações e nos amparando em todos os momentos onde a presença Delas é necessária. E a todas Aquelas Mães divinas deste Universo manifestado que amorosamente tem contribuído para o meu crescimento, aprendizado e amadurecimento como filho de Deus.

Durante todo o dia de hoje, domingo do Dia das Mães, fiquei em retiro espiritual num recolhimento voluntário, onde refleti e contemplei toda a minha caminhada nesta encarnação atual. Este fato decorreu de que ao acordar de manhã cedo, recebi a visita da Mãe Divina, da Mestra Nada, da Mãe Maria e depois de uma das Filhas de Maria que carinhosamente me envolveram num manto de pura gratidão, com suas presenças, apenas para me abraçarem... como um filho!

"Filho, registre a data de hoje como o início de uma Nova Era na civilização humana terrestre!". 
Foi este pedido da Mãe Divina que me inspirou a escrever este artigo.

Foi pura emoção... mágico... divino.

Em Amor e Luz,
Infinita Gratidão a todas as Mães do mundo!

Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Gratidão ao Pai e a Mãe!

Revisão de texto: Renata



Postar um comentário

 
Top