0


UMA ALMA GUERREIRA JAMAIS RECUA!

Uma noite estava sentado no corredor ao lado da varanda do NA, observando as batalhas junto às muralhas que cercam o nosso quartel general, durante o conflito cósmico que se estendia por semanas desde o mês de dezembro do ano passado, quando as Forças da Luz haviam declarado formalmente o estado de guerra contra as Forças Anticrísticas no planeta, após um atentado contra a vida de um representante do Comandante Supremo das Frota Intergaláctica, encarnado na Terra.

No meio deste confronto recebi com carinho a vinda de um guardião que foi remanejado para servir no grupo de proteção do NA, o qual considero um irmão, pois há meses vem atuando na segurança interna e nisso, sempre temos uma pausa para conversas e instruções. Qualquer ataque por parte das falanges das trevas, imediatamente ele entra em ação. E foi numa dessas situações que tomei a ciência de como ele é um grande guerreiro, ao ser desafiado por um mago negro que conseguiu passar pelas muralhas.

- Deixa comigo, vou resolver isso! - disse para mim e levantou-se empunhando a sua espada e foi para fora do NA, onde um duelo se realizou entre ele e o invasor. No confronto houve um pouco de tudo. Embates de magias negras com magias brancas. Bolas de luzes vermelhas, azuis e douradas, cruzavam o espaço entre eles. Lâminas de fogo riscavam o ar, quando as espadas se tocavam. Em pouco tempo, o guardião selou o confronto. A luta terminara com a vitória da Luz mais uma vez.

Muitas lutas e batalhas foram travadas em torno e dentro do NA durante as invasões trevosas e alienígenas do umbral, ocasionando incríveis e surpreendentes desfechos, sempre com a vitória destes guardiães da Luz que atuam no umbral na proteção de todos aqueles que sustentam em sua essência, a energia crística. Todos esses guerreiros estão sob o comando de Ashtar e atuam nos resgates em todos os níveis e dimensões umbralinas.

Foi nessa convivência diária, que nos tornamos tão íntimos e amigos que ao surgir uma oportunidade, sentamos para conversar e falar um pouco de tudo. Ele contando a vida de um ser que desencarnou e há séculos não sabe mais como é a vida num corpo físico, por opção e escolha pessoal. Como guerreiro milenar de vidas passadas decidiu servir no mundo umbralino para ajudar aqueles que precisam de proteção e segurança.

Desde que a guerra neste planeta terminou, na semana que passamos a chamar de o "Carnaval do Apocalipse", tivemos mais tempo para conversas extensas. Após o conflito restou a tarefa dos resgates umbralinos que vem sendo feito desde então com mais intensidade, mas com tempo suficiente para estes encontros.

Uma tarde este guardião veio até a mim e disse que queria revelar algo pessoal, confidenciar um assunto de muita importância para ele. E conversamos sobre isso de forma aberta, nos abraçamos como irmãos e ele desabafou amorosamente:

- Sabe guerreiro - disse, olhando nos meus olhos - acho que não fui escalado para servir aqui no NA apenas porque sou também guerreiro, mas acredito agora que fui enviado para um aprendizado com vocês dois (mencionou a Renata), porque estive acompanhando a vida de vocês e como vocês dois conseguem superar tantos ataques e conflitos e ainda assim sabem demonstrar tanto amor um para o outro. Tudo isso, que tenho vivenciado com vocês e sabendo de como foram tristes e trágicas suas encarnações passadas, queria que soubesse que agora estou conseguindo compreender o que aconteceu comigo, pois suas histórias são semelhantes à minha. Queria que soubesse, guerreiro, do porque não quis mais reencarnar na Terra e resolvi permanecer no umbral. Através de vocês dois, aprendi algo e queria compartilhar isso com você e com a menina.

Falou da sua vida e contou a sua história. Sobre o amor da vida dele e que ele havia abandonado e nunca mais se perdoou por isso. Revelou que a havia encontrado durante uma operação de resgate e ela estava lá ajudando, mas ele não teve coragem de se aproximar dela e ficou feliz em vê-la tão bela como era antes, mais radiante... mais divina! E isso o marcou profundamente e aumentou a culpa por tê-la deixado só no passado. Há mais de 6 séculos que não a via e nesse dia pode reencontrá-la, mesmo que ela não saiba onde ele está e por onde anda. Contou toda a história, emocionado... com lágrimas escorrendo por sua face, marcada por amargura e dor, suplantada apenas pelo serviço de doar o amor a todos que pudesse ajudar no umbral.

Disse naquele instante que havia tomado uma decisão, pois via em nós um exemplo sobre o reencontro entre duas almas guerreiras que muitas vezes se perderam e hoje, está junto em amor. E, vendo isso, disse que sentia no coração que um reencontro com o complemento divino dele, poderia dar certo. Tomou a coragem de ir ao encontro dela e tentar contar a verdade que sangrava em seu coração por tê-la abandonado, como sofreu por isso e como também a fez sofrer durante todos estes séculos. Queria o perdão dela. A emoção era forte demais e a sinceridade em suas palavras tocavam profundamente minha alma. Dei um abraço tão apertado que foi pura emoção entre nós. 

E esse guerreiro amargurado, partiu em busca dela com o coração cheio de esperança. Voltou a acreditar no amor!

Pediu antes, se podia contar esta história... desejava que muitos dos guerreiros que ele conhecia e que tinham também dramas semelhantes lá no umbral e aqui no plano físico a conhecessem e se isso pudesse ajudar a todos, ficaria feliz com isso. Como ele possui um nível de comando na segurança, foi preservada a sua identidade com a autorização do comandante direto dele e do instrutor dos guardiães do umbral.

À amada deste guerreiro faço um pedido pessoal de forma amorosa, que o receba com carinho, compaixão e misericórdia. As circunstâncias que marcam a vida de um guerreiro muitas vezes são incompreensíveis e até surreais. São marcas de passados distantes que precisam ser desveladas. Quando se desata um "nó" deste emaranhado, descobrimos que todos viveram um amor que jamais sonharam, apenas não deixaram que este amor aflorasse da forma como estava previsto pelo próprio destino, por causa de interferências malígnas.

Este irmão demonstrou durante meses, a lealdade de um guerreiro, colocando sua própria existência em risco, para proteger a Luz e sua missão crística. Sei que tendo uma nova oportunidade, encontrará o seu verdadeiro caminho que renunciou por amor a sua Deusa e nessa nova vida poderá resgatar a si mesmo e ao seu amor, que o marcou por tantos séculos de sofrimento e dor. Mas jamais deixou de amar aquela a quem sempre devotou o seu coração e a sua alma.

Que esse reencontro seja divino... e sejam de momentos mágicos!

Gratidão guerreiro e leal irmão!

Em Amor e Luz,
Shima.

Gratidão ao Pai e à Mãe.
Namastê.

Postar um comentário

 
Top