0


Nós vivemos como almas peregrinas em quatro mundos considerados inferiores, porque são estes os campos das nossas experiências humanas. A manifestação da alma no plano físico é resultado de uma série de aprendizados que são concluídos por etapas, uma após a outra. Enquanto uma alma não se dá por satisfeita com algum requisito que resolveu experimentar no mundo das sensações, ela permanece ligada à roda de samsara. É a escolha dela.

O objetivo de uma alma é alcançar a maestria e dominar todo o processo nos mundos inferiores. Com isso, ela almeja um dia preencher com todas as virtudes o seu corpo causal que vibra na 5ª esfera de existência. Esse é o propósito da evolução humana. Cada alma humana tem o seu "mentor", ou seja, o seu criador individual conhecido como sua consciência maior - eu superior -, da qual é apenas um fragmento desta entidade que coordena, dirige e promove seu crescimento e aprendizado.

É da sexta dimensão que vem todas as diretrizes para a alma peregrina progredir nos quatro mundos inferiores. Nos mundos superiores inexistem estas particularidades inerentes ao nosso plano de experiência humana que envolve as emoções dentro de um quadro dual. Lá, o Amor é a energia que move tudo e o todo. A Luz é a fonte de toda a Criação, que é regida pela sabedoria divina. A curiosidade destes seres iluminados se resume em entender e compreender a manifestação negativa da energia em nosso plano de existência.

Como o nosso universo é composto por uma infinidade de sistemas, planetas e galáxias, a diversidade de raças planetárias que fazem suas experiências em nosso planeta é outro ponto que chama a atenção da sociedade cósmica. Dentre essas raças planetárias existem as almas que não se afinavam em seus mundos de origem, existindo conflitos insuperáveis e até "mortais". Confinados neste orbe terreno, tiveram que aprender a conviver dentro das mesmas "cascas", uns com os outros, sem o reconhecimento de quem são ou de onde vieram. E aqui, neste plano físico dimensional, aprendem a desenvolver as qualidades da doação e do amor ao semelhante.

Muitas raças planetárias que foram confinadas neste planeta se originam da grande guerra cósmica que durou cerca de dez mil anos e terminou aproximadamente há quinze mil anos. Cada grupo de mais de trezentas raças, formaram os povos que ocuparam determinadas áreas escolhidas para suas experiências terrenas. Em suas descidas para encarnarem na terceira dimensão física, foram criadas e ativadas portais que os ligavam aos seus mundos de origem. Os rituais e crenças trazidos em suas bagagens tiveram o propósito de manter as conexões com suas fontes, cujas lembranças vívidas em suas memórias, os ligariam para sempre com sua pátria mãe.

Estamos vivendo atualmente a conclusão do processo evolutivo de todas essas raças que vieram para o nosso mundo planetário. A partir do momento da desencarnação desses grupos de seres, eles são levados através dos seus portais, de volta para suas casas de origem. Aqueles que ao longo das suas experiências caíram nos umbrais, estão sendo resgatados por membros do comando Ashtar e restituídos aos seus povos. Para cada operação de resgate efetuado é feito uma triagem rigorosa, pois todos os seres estão registrados desde a sua chegada e não pode ficar nenhuma alma perdida ou mesmo largada aqui. E ainda faltam bilhões de centelhas que estão presas e escondidas em cada recanto deste planeta no plano astral, que precisam ser encontrada e resgatada.

Uma das grandes dificuldades enfrentadas pela operação de resgate se resume nos acordos e contratos que existem entre muitas almas desencarnadas e encarnadas nos quatro mundos inferiores. Os grupos renegados e os seres das trevas que mantém essas almas aprisionadas se recusam a liberá-las. É uma negociação delicada e espinhosa, onde a atuação das forças da Luz é sempre evitar o confronto. Apenas a trégua foi alcançada há quinze mil anos, nunca a paz.

Por isso, a diplomacia e a negociação são tão importantes quanto cruciais nesta época de transição planetária e cósmica. Nos últimos anos, alguns portais não puderam ser acionados devido aos ataques desferidos por essas forças contrárias à saída daqueles que ainda tem "contratos" e ligações com eles. Já ocorreram muitas batalhas no plano astral em razão destas ações trevosas e renegadas.

O momento agora é de conscientização, um passo fundamental para ocasionar o despertar em massa da humanidade, porque assim acontecendo fica mais fácil alcançar a liberdade individual de cada ser. A escolha consciente levará a alma peregrina de volta para casa, evitando permanecer no mundo da ignorância e escravidão onde estão aprisionadas por seu livre arbítrio.

Há muito que se fazer ainda. O amparo e a ajuda necessária estão sendo dispensada a todos os seres humanos em todos os níveis de suas percepções. Seres dedicados, amorosos, espalham suas atenções para cada emanação de vida neste planeta, doando seus conhecimentos, suas energias pessoais para a cura e a elevação da alma humana. 

Muitos destes maravilhosos seres decidiram encarnar nesta densidade física para atuar de forma mais dinâmica e eficaz no resgate de cada ser. Cada raça planetária tem seu representante em todos os níveis e densidades. A colaboração mútua entre todos esses servidores da Luz é marcada pelo sentimento de compaixão e misericórdia. Amor e doação os distinguem em seus trabalhos humanitários.

Que os Portais sejam abertos e complementem com sucesso, os trabalhadores da Luz!

Em Amor e Luz,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Postar um comentário

 
Top