0


O RESGATE DOS DRAGÕES NEGROS


Foi uma das maiores batalhas e confrontos que ocorreram meses atrás, entre as Forças da Luz e esses guerreiros das sombras que formavam uma das legiões mais perigosas por mais de mil anos. Integradas por seres desencarnados no antigo Japão, eram conhecidos como os ninjas assassinos e guerreiros imbatíveis.

Formavam uma casta de guerreiros incríveis, audazes e temíveis. Mantinham toda a estrutura do domínio negro naquela parte do oriente. Essa legião fortaleceu-se durante a segunda grande guerra, com a adesão dos últimos combatentes denominados de “kamikazes”, somando-se milhões de membros.

No século XVI durante o xogunato de Ieyasu Tokugawa, receberam o reconhecimento deste shogun pelos serviços prestados durante o evento conhecido como a Batalha de Sekigahara, onde começou a unificação do povo japonês. Esta aliança entre o shogun Tokugawa e os ninjas prosseguiriam durante os séculos vindouros na Terra II.

Durante uma operação resgate no Portal de Bali, fomos surpreendidos por uma avalanche de ataques desferidos por esses Dragões Negros, que ocasionaram a necessidade de abortar toda a operação, para a segurança das nossas equipes de resgate. Tivemos que nos retirar apressadamente da região até que todos ficassem em segurança.

Logo em seguida reunimos as Unidades de elite do CAD e da BRI e voltamos para a região, onde os combates foram intensos e exaustivos. Eram confrontos suicidas... não temiam a morte e não conheciam o medo... e lutavam por um ideal deles que acreditavam ser a missão que lhes cabiam cumprir. Proteger o oriente das investidas do ocidente.

Após esses combates, alcançamos uma vitória parcial na região e resgatamos o Portal de Bali e construímos uma imensa fortaleza naquela área em torno deste local sagrado. A nossa atuação desencadeou uma reação poderosa por parte desta legião de guerreiros e sob o comando direto do líder deles, partiram na direção do ocidente, em busca dos responsáveis pela “invasão” territorial deles...

Nas semanas seguintes eram constantes os combates entre nossas forças e as deles. Os danos e ferimentos eram notáveis entre os membros das nossas Unidades. Tivemos várias baixas. Muitos se afastaram da GM. A debandada em nossas fileiras era compreensível, por não saberem com quem estavam lidando e combatendo. A coragem dos membros das nossas Unidades sobressaía a todo o momento.

Dias e noites promoveram intensos ataques. E quando encontraram a base do nosso Comando Central, começaram a investir pesadamente com legiões de milhares de guerreiros contra nós, de todos os lados. Essas batalhas serão inesquecíveis. Diferem muito dos nossos confrontos contra as forças negras do ocidente. Os guerreiros do oriente seguem um código de conduta... são guerreiros. Algo ainda desconhecido pela fraternidade negra do ocidente.

Quando enfim um impasse se estabeleceu entre nós e eles, um confronto se tornou visível diante de todos... haveria um duelo. Quem fosse o vencedor levaria tudo e todos. De um lado os guerreiros da Luz do ocidente. De outro os guerreiros negros do oriente. E nos céus numa noite escura, uma grande arena foi criada. E os dois combatentes se postaram para a luta final.

Diante de todos... a surpreendente revelação... o guerreiro do ocidente trazia o símbolo do grande shogun do passado. O duelo ocorreu e a rendição do líder concedeu o resgate da antiga egrégora do comando supremo das forças do oriente para o vencedor atual. A lealdade dos guerreiros orientais, os dragões negros, reverenciaram o novo comandante e se colocavam a seu serviço. Para esta legião negra, a luz era algo desconhecido, mas reverenciaram a nova era que se abria diante deles. O código do guerreiro era a lei.

Após esse evento, a paz foi restabelecida no oriente.

E as legiões dos Dragões Negros simbolizam a nova força da Luz no extremo oriente. É de lá que vem a maior contribuição hoje, para a expansão da Luz no mundo. A cúpula da fraternidade negra do ocidente é apenas tudo o que resta do domínio maligno sobre a face do planeta. Um dia terá o seu fim, já que seus redutos restringem-se a dois pontos em duas nações, onde receberão o comunicado da Ordem Divina de Intervenção.

O que ocorrerá no plano físico será a conseqüência deste Decreto Divino.

E Gaia irá então, promover a sua própria ascensão, já que sua liberdade foi alcançada e o cumprimento da sua missão na terceira dimensão foi concluído com êxito total e pleno.
Resta à humanidade terrestre, compreender este momento. O momento é Luz.
Aguardamos vocês, na Grande Fraternidade Humana!

Em Amor e Luz,
Shima.

Postar um comentário

 
Top