2





Por incrível que possa parecer - e novamente -, começa uma nova onda negativa que tem a intenção de causar danos nos trabalhos que venho desenvolvendo há mais de 10 anos no serviço à Luz. A intenção está sendo bem clara pelas mensagens que estão sendo difundidas entre pessoas do meu rol de amizades, construídas ao longo dos últimos anos... desacreditar a minha pessoa publicamente.

É uma atitude lamentável... mas, devo encarar esta ocorrência como mais um fato que envolve questões pessoais. Fica sempre aquela incógnita: por quê as ações de denegrir uma imagem parte sempre da pessoa mais próxima e da máxima confiança? Há uma intenção neste ataque pessoal, que procura envolver terceiros que nada tem a ver com a situação individual ocorrida, como se isso pudesse somar e criar um poder de destruição contra apenas uma pessoa.

Sempre fiquei aberto aos questionamentos e nenhum ficou sem respostas, pois como sempre digo em nossos encontros ou nos textos que publico... sou sempre transparente e franco e, errado ou não, não me escondo em mentiras ou falsidades. A transparência tem sido a minha linha de atuação, por isso essas ações negativas sempre terminam de forma desastradas. Mas a teimosia persiste, como uma chaga que se contamina e contamina outras pessoas.

Infelizmente, é triste ver como essas pessoas perdem um tempo precioso de suas vidas, buscando, procurando e tentando forjar mentiras apenas para provar a si mesmas que suas atitudes tem fundamentos. As dores que carregam - ódio, raiva, decepção, vingança... - são sensações puramente negativas, isto é sempre relembrado em nossos estudos.

O discernimento nestes casos são tão simples e visíveis que basta dar apenas uma olhada na situação para distinguir se existe ou não o bom senso ou até a correta atitude que deve sustentar qualquer relação humana. A contemplação é observar a atitude e a intenção promovida. O bem e o mal é uma consequência e efeito. O que semear ou plantar, obrigatoriamente terá que colher.
O bem apenas consegue ver o bem por ser o próprio bem. Assim, o mal somente consegue ver o mal, porque o mal está enraizado em si mesmo. Isto é Lei.

A questão do ego inferior carrega em suas profundezas, as sombras. Quando afloram à Luz, choca. E, quando ocorre um choque, geralmente a sombra tende a culpar a Luz por desnudar a sua face oculta. Se aceitar esta revelação como um bem precioso, uma porta se abrirá e poderá encontrar um caminho radiante, mas se negar a si mesmo a oportunidade de novas descobertas, fechará a porta e retornará ao mundo da escuridão, que é mais confortável, até que um novo chamado interno ocorra. Talvez na próxima existência.

Deixo aqui a minha gratidão pessoal às queridas Águias que compreenderam este momento de desconforto que venho vivenciando atualmente. Jamais haverá vencedores em conflitos pessoais... todos perdem. Principalmente amizades que fariam a grande diferença na criação da Fraternidade Humana na Terra.

Paz em todos os corações!
Em Amor e Luz,
Shima.

Postar um comentário

 
Top