0


Uma Reunião do Conselho de Segurança - (27/03/2014)

No último artigo postado no meu blog foi publicado um texto anexado junto à publicação no meu perfil e, no comentário contido no tema abordei a questão ocorrida com o evento de maio. Depois, ao pesquisar as reuniões que antecederam estes eventos foi interessante reler as decisões tomadas e os alertas feitos naquela época, em 27 de março, portanto dois meses antes.

Antes, porém, fica aqui o texto sobre o último artigo publicado no blog Caminhando com o Mestre – “A reação da Luz e a Teia Crística” do dia 26/07 -, para ilustrar melhor o que ocorreu dois meses depois e em sequência, o evento da semana passada após aquela reunião do Conselho de Segurança da Grande Missão.

“Sobre as operações de ontem a noite...

Ainda não terminei o artigo que mencionarei parte dos eventos ocorridos na noite de ontem, dia 25/07, quando foi desfechado um ataque em todas as frentes contra os membros da Grande Missão, por parte de um Comando Sinistro.

Parte do meu retiro espiritual está relacionado aos constantes ataques recebidos nos últimos meses, e que tem minado minhas forças energéticas, ao longo das batalhas travadas contra os seguimentos das forças alienígenas, a fraternidade negra e o governo sinistro.

As causas em si, começaram após a "Operação Natal" quando foram desativadas os redutos das dimensões negativas no plano astral (Terra II) até a 6 dimensão negativa. A partir desta ação contra as forças das trevas, foi desencadeada uma reação fulminante por parte deles, ao declararem guerra total contra a Grande Missão.

O Conselho das Doze que conduzia a Grande Missão foi alvo constante destes ataques, e as 12 Deusas Guerreiras foram sucumbindo uma a uma, até que no final de março passado, o corpo astral do guerreiro Shima foi sacrificado num destes confrontos. Depois deste desfecho, a minha atuação poderia ser feita somente a partir do corpo mental.

Em maio, no dia do meu aniversário - dia 19 - o Conselho das Doze começou a se desfazer e, em 4 semanas, destas 12 Deusas Guerreiras, restaram apenas 4 sobreviventes. 

Começou daí, uma reação da Luz em todas as frentes, com a reformulação e a renovação de toda a estrutura da Grande Missão. Muitos servidores e servidoras começaram a atender aos chamados, e recompondo os novos Conselhos que foram criados.

Foram criados, um Novo Conselho de Servidoras composta por outra ala feminina e outro com a ala masculina, todos com 12 membros, totalizando 36 membros fixos. Em seguida foi reorganizado o Corpo dos Servidores da Luz, que será formado por 144 servidores.

Com estes 4 Alicerces a Grande Missão tomou outro fôlego com a ativação plena da Legião da Luz, conduzida pela ala feminina e a criação do Comando Águia Dourada conduzida pela ala masculina. Então, foi iniciada a "Operação Limpeza Planetária" que teria um período de 7 semanas ou 49 dias de atividades ininterruptas. Esta grande operação, foi concluída hoje.

Todas as ações desenvolvidas a partir do dia 8 de junho passado, foi para resgatar o Evento da Lua Cheia de Maio, durante o Festival de Wesak, quando seria desativado o velho holograma e acionado em seu lugar a Teia Crística. Mas na noite deste evento, dia 19 de maio... o Conselho das 12 se desfez, 3 horas antes do início da Cerimônia.

O evento ocorrido na noite de ontem, a Cerimônia da Teia Crística, foi o evento que não ocorreu na Lua Cheia de Maio.

A Luz... esperou 26 mil anos. E venceu, ontem!

Paz na Terra!
Shima.”

Quatro meses atrás...

A partir deste encontro, as reuniões do Conselho de Segurança constarão a presença das 12 e com isso, esperamos que os protocolos de seguranças sejam cumpridos a risca, evitando assim a sequências de ataques que são desfechados a todo o momento contra vocês.

Temos uma programação que abrangem 3 frentes:
1) a Operação Arrastão 
2) a Teia Crística e 
3) os Eventos
A primeira relaciona-se às limpezas, a segunda aos portais, e a terceira aos acontecimentos que virão.

Se as duas primeiras tiverem sucesso, os efeitos drásticos da terceira poderão ser amenizados e muitas pessoas poderão ser resgatadas e salvas.

A Terra II é o nosso alvo principal... já que a Terra I vai refletir o que for feito na Terra II, e acreditem, o que vem aí na Terra II será tão sinistro quanto aterrador, e os efeitos serão devastadores na Terra I....

É fundamental o cumprimento das tarefas e os prazos cumpridos, e realizados, ainda muitas de vocês não perceberam a gravidade disto, e de como esta guerra está se alastrando na Terra II... e atingindo todas vocês.

Se não se conscientizarem agora do que está acontecendo, poderão se perder na enganação e ilusão, já que os ataques que recebem e vão receber poderão colocar a vida de vocês em risco, e também daqueles que mantém laços afetivos. 

Esta reunião é de Conselho, de deusas, e de guerreiras, e não estamos aqui reunidos para passar tempo ou nos distrair, e sim encontrar soluções, porque diariamente estão sendo atacadas, e cada vez mais estarão correndo perigos que ainda nem imaginam...

Para a maioria dos Trabalhadores da Luz ainda não caiu a ficha que estão vivendo o apocalipse, e estão vivendo no mundo da lua, fora da realidade, e a hora da verdade está próxima e quando esta hora chegar, como disse o Mestre: "não haverá tempo para questionar se isso vem de Deus e isso não vem de Deus!"...

Porque nesta hora, o choque da verdade irá colocar muitos trabalhadores em nocaute, porque deixaram para a última hora para despertar e aceitar a verdade, e preferiram continuar no comodismo da vida mundana e ilusória... 

E vocês mesmas passaram pela experiência de que os processos de sutilização, elevação, e da transmutação leva tempo e meses. São dolorosas e marcadas por situações, de dúvidas e conflitos... e quando estes eventos começarem, não haverá mais tempo e sim, apenas para a colheita, já que a seleção ocorre há meses, e muitos ainda não se conscientizaram disto.

Cabe a nós também a responsabilidade de fazer algo que possa mudar os resultados ou os efeitos que advirão dos eventos.

A primeira ação está relacionada a Operação Arrastão, que é parte decisiva nisso, se não for feita teremos muito mais seres humanos sendo levados para outros orbes de baixa vibração,  e isso inclui pessoas que amamos e que faríamos tudo para elevá-los, e não se poderá fazer nada a não ser aceitar o expurgos deles e o exílio deles, isto por milhões ou até bilhões de anos, porque onde a maioria irá não se poderá visitar, e nem encarnar,  para o auxilio ou amparo, e essas almas terão que reaprender tudo sem um irmão da Luz próximo...e uma vez decretado este exílio, nada mais poderá ser feito, senão aguardar os próximos ciclos cósmicos da evolução.

Por isso a nova instrução aos Servidores está sendo passada da forma como foi feita hoje, deverão escolher a quem servir!... Porque não ha mais tempo para pensarem, ou escolherem, cada dia,  cada ação,  é decisiva.  Os nossos irmãos trevosos vão usar de todos os meios e ações que puderem para tirar cada uma de vocês da missão agora, e a cada dia vão intensificar isso sem piedade nenhuma... e sem escrúpulos,  usando filhos, pais, irmãos, cônjugues, ou qualquer pessoa ligada a vocês.

Sempre que sentirem que isso pode afligir vocês ou atingi-las emocionalmente, e onde souberem que é o ponto fraco de vocês, farão de tudo a todo o momento para atingir este ponto, e quando perceberem será tarde, já estarão fora da missão. E a missão será comprometida.

Eles sabem, que a meta de maio é decisiva, e se perderem, terão de deixar o planeta definitivamente, e sabem também que se perderem, podem também levar muitos com eles para o outro orbe, porque vão necessitar de alimentos e energias para as suas sobrevivências, e não medirão esforços para capturar os incautos e inocentes, e isso está ocorrendo por todo o canto do planeta.

A Operação Arrastão é parte da estratégia para eliminar o foco e a fonte dos ataques, e com isso diminuir a pressão sobre a consciência física, porque quando a Teia Crística começar a pulsar intensamente, a vibração da Terra e da atmosfera, se elevará acentuadamente.

Com a eliminação das instalações trevosas na Terra II ficará bloqueado as influências nefastas que tentam implantar no planeta inteiro, e então ficará também mais fácil os resgates das pessoas que desencarnarem.

Depois dessa onda de aceleração vibracional... (elemento fogo)... virá a purificação ou limpeza da Terra, pelo elemento água.. (inundação global)...

(...)

No caso da minha ausência, mantenham o Conselho de Segurança em alerta máximo, mesmo que todas as meninas não possam participar ou tomarem conhecimento. 

Estabeleçam uma reunião diária pelo menos com a presença dos membros fixos deste Conselho.

Nós sabemos por experiência própria que toda vez que há operações algo acontece, então vou continuar atuando na Operação!

E dediquem qualquer hora no que for preciso, e façam o que deve ser feito... o que vocês decidirem, devem fazer. Acho que assim será mais rápido, e todas podem ajudar muito no sucesso da operação, através de sugestões também, mesmo que não possam participar destas operações. 

Então, se precisa de 20 dias, e temos somente umas 7 semanas,  isso implica umas 3 operações semanais,  então é melhor ver como serão os horários, porque apenas o Portal na sexta e o Comando no domingo não podem ser alterados. No mais, as reuniões dos outros grupos podem ser mudados conforme forem concluídas as operações ou na necessidade de colocar novos planos em ação.

Isso dá 5 opções para 3 operações semanais. As reuniões internas dos grupos e dos estudos podem ser alterados temporariamente até que tudo seja concluído com êxito. Já foi estabelecida a prioridade máxima para a Operação Arrastão.

Estamos em plena guerra e não devem se preocupar com os estudos nas próximas semanas. Ou decidem pela vitória da luz agora, ou resta-nos juntar os cacos das ruínas e então, só daqui a 26 mil anos poderemos rever tudo novamente. Os que já estão prontos fizeram seu estudo há meses, e agora é a vez de porem em prática o que estudaram.

Os tempos de treinamento em salas de aulas estão terminados, por isso, estamos em guerra contra as bases trevosas, e não podemos ficar discutindo se as aulas podem ou não ser suspensas temporariamente.

Se adiarmos mais, não teremos nem a metade do Conselho das 12 até maio por causa dos ataques. Acreditem nisso, é o que está acontecendo!

A melhor defesa agora é o ataque!

Então, que eles, os trevosos, fiquem preocupado e não nós, que eles fiquem se reunindo para suas defesas... e não perdendo tempo em nos atacar, porque vamos atacar a todo instante a partir de agora, e vamos atuar em todas as frente a nível planetário.... que agora vão entender porque somos chamados de Guerreiros da Luz. Essa será a nossa força... atacar em todas as frentes... já que não outros redutos senão a superfície da Terra II... e essas ações enfraquecerão as intenções deles em nos atacar.

Vocês do Conselho de Segurança, devem se reunir a todo instante, e resolver tudo que for preciso, durante o dia. Cuidem das questões que tem urgências, e todas ficam liberadas a partir das 18 horas para darem o suporte à Operação Arrastão. Terão muitas baixas antes, durante e após as operações, para isso, vejam o tempo que precisam para socorrer e atender a essas baixas..

Amanhã mesmo, depois do Portal, vamos ter uma reunião do Conselho das 12 para alterar as diretrizes, de acordo com a emergência atual, enquanto vocês decidem o que fazer na operação arrastão...

Teremos outros assuntos para serem tratados, como o caso do Guardiães, mas conversaremos sobre isso amanhã. Teremos de ver a nova situação dos Núcleos Regionais dos Trabalhadores da Luz e há instruções sobre as mudanças e ações do Cruz de Malta, como também novas orientações sobre o Portal dos Trabalhadores... 

Já que a partir de sábado estarei de férias até o início de maio, e terei tempo de colocar todas as agendas em ordem. 

O comandante da Operação Arrastão deve compreender também a atuação dos comandos dos Guerreiros, Legião e Guardiães, e sincronizar combinando a participação destas Unidades dentro das ações programadas.

Cada unidade, incluindo o Águia, tem seus respectivos membros e devem estar preparados para ações agora, cabe a cada comandante oferecer o apoio através de seus grupos de ações para o sucesso da operação arrastão. 

O Conselho de Segurança mantém os 5 membros fixos, incluindo agora a nova comandante. As outras meninas ficam como participantes da Assembleia deste Conselho, mas as reuniões de rotina serão feitas sempre com esses 5 membros. 

Assim será mais dinâmico e de resoluções rápidas para ações imediatas, enquanto outras atividades não necessitam serem interrompidas dentro da Grande Missão..
Em Amor e Luz é encerrada esta assembleia do Conselho de Segurança.

Está feito e selado o compromisso de servir à Luz! 

Shima.

A Visão da Teia Crística em 2005

Quando comecei a escrever meus artigos e publicá-los num site, desenvolvia dois trabalhos. Um estava em seu final com 21 capítulos e chamava-se “Reconstruindo a ponte” e narrava a minha experiência ocorrida antes do meu despertar da consciência espiritual. O outro trabalho que iniciava naquela época era o “Caminhando com o Mestre” e este foi o segundo capítulo deste novo título.

Foi neste artigo que mencionei pela primeira vez, a visão que o querido Mestre mostrou-me num dos nossos encontros.

Enquanto "Reconstruindo a ponte" segue seu caminho com o propósito a que se destina, este novo trabalho é a narração dos acontecimentos que surgiram ao longo de um ano após o meu despertar. Na verdade, "Caminhando com o Mestre" somente seria apresentado depois do término dos capítulos do primeiro trabalho.

Era minha intenção construí-lo como uma sequência da primeira fase. Mas não foi isso que meu querido Mestre desejava. Por um fato ocorrido enquanto ele recitava aqueles poemas sobre o Amor, publicado no capítulo anterior, percebia-se que já estava na hora de iniciar esta nova tarefa e, neste último sábado (19/2/2005), durante o meu trajeto até o serviço, a voz daquele anjo que ouvira naquele encontro ficava insistentemente repercutindo dentro da minha cabeça e continuou durante todo o dia.

Quando voltei para casa resolvi trabalhar primeiro nos capítulos 6 e 7 do outro material e manter a programação que foi estabelecida para "Reconstruindo a ponte" e, neste domingo, faria o capítulo 2 de "Caminhando com o Mestre", com outro tema. De última hora, resolvi também fazer esta narração, contando os fatos registrados desde aquele momento lindo do meu despertar.

Primeiro, gostaria que soubessem que relutei muito em escrever partes da minha vida para colocá-las a público, pois minha privacidade é algo muito especial e íntimo. O constrangimento me envolvia a todo o momento. Não há nada de interessante em minha vida que possa ser de alguma utilidade e este era o meu pensamento até que Ele mesmo mostrou o propósito que haveria nesta publicação.

Seria muito importante porque seria montado todo um trabalho em cima dessa publicação. No começo fiquei sem entender nada, mas ao escrever os primeiros capítulos, fiquei impressionado com as revelações que surgiram no decorrer das narrações e, aí, entendi tudo! A narração dessas descobertas será feita no último capítulo.

Outro fato marcante ocorreu quando digitava o capítulo 1 de "Reconstruindo a ponte". Na parte em que descrevia o trauma que sofri quando ainda era uma criança (aliás, esta parte nem queria mencionar, assim como muitas outras), a emoção de reviver aquele drama (quando estou digitando descrevo as imagens que surgem na minha tela mental, sendo, então, apenas um observador dos fatos que vejo), me envolveu de tal forma que tive de interromper o trabalho, para relaxar e me recompor.

Aproveitei para almoçar, porque a comida no meu prato estava esfriando. Quando estava sentado, degustando uma saborosa macarronada, senti uma energia intensa me envolvendo, descendo sobre mim e me abraçando. Vinha carregada de um intenso Amor e aí, olhei para a direção de onde vinha essa energia e o vi. Era meu pai. 

Ele falecera no final de junho do ano passado. Sabia que ele estava ainda em recuperação no mundo espiritual, em um hospital, pois sofrera muito durante os doze anos em que ficara imobilizado numa cama, se intoxicando de medicamentos. Ele estava envolto numa pequena névoa rosada e tinha uma aparência bem iluminada e saudável. Olhava para mim com um sorriso carinhoso, cheio de amor! Acariciamos-nos com pensamentos amorosos e vi nos seus olhos a expressão de um imenso apoio ao trabalho que vinha fazendo. Lágrimas começaram a correr pelo meu rosto e a emoção tomou conta de mim.

Após alguns minutos, ele foi embora, deixando suas bênçãos a todos que havia deixado aqui no mundo físico.

Voltando ao ponto em que o querido Mestre falava sobre o Amor, durante um encontro que se estendeu por quase quatro horas, Ele explicou sobre todos os aspectos do Amor e seus desdobramentos numa linguagem realmente celestial. Fiquei o tempo todo em êxtase ouvindo Suas palavras e transcrevê-las através desta narração é praticamente uma tarefa impossível. Faltam-me palavras para expressar-me.

Explicar o divino em palavras terrenas, somente através da emoção do momento experimentado e, ainda assim, cheios de falhas. Também há o fato de estar afastado há muitos anos do Brasil e de que algumas palavras caíram no esquecimento, o que dificulta muito na hora em que estou escrevendo.

Durante Sua explanação, Ele expôs Seu propósito e o sonho que acalenta há mais de dois mil anos. Nisso, surgiu uma visão. Via-me no espaço e ao longe se aproximava de mim um pequeno planeta. Ele ia aumentando de tamanho conforme chegava mais perto e logo notei que se tratava da Terra. Quando chegou bem perto, ele parou.

Observei que nosso planeta estava encoberto por uma espessa camada de uma nuvem carregada de energias densas e pesadas. Eram nossos pensamentos e sentimentos que envolviam a Terra. Senti uma tristeza enorme na alma, vendo aquela imagem.

De repente, vi um ponto luminoso, bem pequenino, num lugar sobre a superfície e depois outro, outro, mais outro e numa sequência rápida, foram aparecendo diversos pontos por toda a superfície do planeta. Esses pontos começaram a se interligar numa velocidade incrível. Eram milhares, milhões de pontos se conectando, iluminando, irradiando uma intensa luz que ia dissolvendo as densas camadas daquela nuvem que envolvia a Terra.

Depois de algum tempo, a Terra começou a se iluminar, brilhando com uma luz resplandecente que começou a se expandir e a envolver todo o nosso sistema solar, a nossa galáxia, numa maravilhosa explosão de luzes multicoloridas. Uma plateia imensa de seres de Luz aplaudia o espetáculo. O grande milagre estava acontecendo. O Cristo retornara à Terra!

Quando vieram as palavras do querido Mestre sobre as mudanças que ocorreriam no mundo quando o Amor começasse a se expressar por toda a parte, uma voz ecoou forte como um trovão: "Estejam a postos! O tão Esperado já está entre nós! Ao soar as trombetas, abram as portas do Templo Sagrado para receber Aquele que veio para restaurar o Seu Reino entre os homens!".

Essa era a voz do comandante de uma Legião de anjos, a Guarda de Honra do querido Mestre. Só pude compreender o significado de tudo isso, dias depois. Era uma intuição muito forte apenas e se confirmou, ao longo da semana e no sábado. Agora não tinha mais dúvidas!

Shima.
(20/02/2005)

Postar um comentário

 
Top