2

Links relacionados no fim da página



 A caminho de uma Nova Era

Saudações da Luz,

Corações amados, vamos saudar a entrada da primavera aqui no hemisfério sul como uma das datas mais importante de toda a história da Humanidade Terrestre. O dia 21 de setembro de 2013 foi registrado no Livro Cósmico como o momento em que o planeta Terra fez a sua passagem para a Quinta Dimensão Física.

Com esse evento, mais um ciclo se fecha e outro se abre para a nossa humanidade...

Sei que a questão que fica na mente dos Trabalhadores da Luz seria: “E a Quarta Dimensão?”... “O que aconteceu com a mudança da Terceira Dimensão para a Quarta Dimensão? Isso não existiu? Não ocorreu?... Então houve um salto da Terceira Dimensão para a Quinta Dimensão?”

Embora não seja uma revelação, já que falei disso no ano de 2008 quando um Portal de Luz foi aberto e, Gaia conseguiu ultrapassar a Barreira de Frequência da Terceira Dimensão, passando a vibrar na Quarta Dimensão. Esse evento foi magnífico em beleza e esplendor e foi assistido por Seres de Luz desta Galáxia. Era como assistir um show de fogos de artifícios naquela época, visto lá de cima no espaço.

Desde então, a humanidade começou a avançar de forma acelerada para poder também vibrar nesta nova frequência energética. A onda de Trabalhadores da Luz começou a varrer o planeta de ponta a ponta... e isso foi uma evidência que se manifestou ao longo dos anos. A massa humana em sua grande maioria ainda permaneceu vibrando na Terceira Dimensão, pois o bloqueio da barreira de frequência é quase intransponível para a maioria das pessoas...

Um grupo imenso de Guerreiros da Luz tem trabalhado nos bastidores do mundo, nos quatro planos inferiores da terceira dimensão desde que em janeiro de 2006 foi decretada a mudança nos rumos da humanidade com a elevação de Gaia ao seu destino sagrado: a Quinta Dimensão.

Com esta decisão, o holograma da Terra mudou de curso. Uma nova programação foi feita para um período temporário que seria a apresentação do holograma quadridimensional, para que a humanidade pudesse absorver as novas energias e fosse preparada por etapas para o salto à quinta dimensão. A mudança da polaridade determinou também o fim da era da escuridão.

Isso foi possível porque os novos códigos foram inseridos na humanidade em meados de maio de 2000, durante o alinhamento dos 7 planetas, onde o Sol, a Lua, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno estiveram junto no mesmo setor do céu no signo de Touro. Nessa época ocorre o Festival de Wesak, um dos principais eventos da Humanidade no plano espiritual.

Foram sete fases iniciais com os códigos (1.1.1), (2.2.2), (3.3.3), (4.4.4), (5.5.5), (6.6.6), (7.7.7) e depois as cinco complementares (8.8.8), (9.9.9), (10.10.10), (11.11.11) e (12.12.12).

Rumo à Quarta Dimensão

 
Cada ser humano conectado com as mudanças sentiram as vibrações que foram emanadas durante o Festival de Wesak em maio de 2000, e muitos sentiram um chamado interior, como se uma voz silenciosa – insistentemente – tentasse comunicar-se intuitivamente durante o restante do ano. De uma forma ou de outra, “ouve” o primeiro chamado que foi feito!

O código (1.1.1) emitiu a senha da mudança. A vida de muitos peregrinos começou a sofrer transformações externas e alguns iniciaram uma caminhada sem mesmo saber o que era e para onde ir. Parecia que uma “onda invísivel” conduzia tudo e, muitos sem ter consciência do que ocorria, entrou na corrente.

O código (2.2.2) soprou como uma brisa e fez muitos acordarem. Inconscientemente, a forma como se vivia a vida passou a ser questionada intensamente. A busca de respostas por algo que nunca havia se preocupado, torna-se latente em seu interior. É a transcendência que começa a surgir. Desta vez, sente um chamado para uma missão, mas ainda não compreende isso.

O código (3.3.3) ocasiona a busca do ser que se tornou um peregrino. Os passos são conduzidos com o uso da intuição no qual confia plenamente. A expectativa e a ansiedade são as marcas desta caminhada, até que aprende a trabalhar o aspecto da paciência. Depois disso, descobre o verdadeiro sentimento da Vida, o Amor. Aí, a porta do reencontro com a alma acontece. É o momento mágico.

O código (4.4.4) é o despertar dos Anjos. Esta fase é marcada por descobertas surpreendentes iniciando os processos de “quebras de paradigmas”. O mundo deixa de ser “real” e o ambiente em que vive perde o sentido de “ser”. A solidão da alma é marcante devido à sua interiorização constante em busca das respostas sobre si mesma. A senha revela a existência do quartenário inferior.

O código (5.5.5) é regido por símbolos que trazem as revelações sobre a missão de vida do novo discípulo. Começa o ciclo de desvendamentos sobre a origem espiritual e a sua jornada terrena. O propósito da sua existência na vida atual torna-se a sua nova busca. A sua consciência física ultrapassa os limites da terceira dimensão e torna-se um ser interdimensional. A consciência se eleva ao quinto plano de existência.

O código (6.6.6) imprime um novo desafio ao discípulo e este decide fazer um novo mergulho consciente no mundo da “sombra”. É o Caminho do discipulado. A “descida” à matéria é uma experiência reveladora sobre a condição de uma alma de luz tentando se manifestar num plano denso, sem perder sua consciência superior. O símbolo deste código expressa a polaridade negativa.

O código (7.7.7) simboliza o dilema do guerreiro, porque as suas “batalhas” interiores devem ser vencidas no fogo da vida. Sua caminhada é marcada por obstáculos, cujo “véu ilusório” deve ser retirado camada por camada. A escuridão é constante e apenas a sua luz interior pode iluminar o caminho. O percurso é feito à beira do abismo.

A Experiência da Quarta Dimensão

As sete fases anteriores simbolizam os ciclos regidos pelos 7 raios da evolução humana no plano terreno. Os estudos sobre os 3 raios de aspectos e os 4 raios de expressão, trazem em si as revelações sobre a nossa peregrinação pelos quatro mundos inferiores.

As cinco fases seguintes exemplificam os 5 raios “secretos” relacionados à evolução espiritual na quarta dimensão física. A vida espiritual do discípulo é conduzida de forma que possa vivenciar uma nova experiência no Reino Espiritual, onde aprende o domínio sobre a essência que movimenta a Vida. A ciência sagrada é revelada.

O código (8.8.8) é a linha do “não tempo”. Marca o período da reflexão e da análise onde o conflito interior é intenso e profundo. Este código simboliza a maturidade espiritual, através da experiência de vida. A compreensão amplia a consciência humana aprimorando o aspecto do discernimento. É o caminho do meio. A senha é a conexão com o divino. A misteriosa “ponte” surge para ligar a terra e o céu. A transição para a quarta dimensão é quando o discípulo transpõe esta ponte.

O código (9.9.9) é a queda de Maia. Ao transpor a “ponte”, os mistérios são desvelados ao discípulo. O “véu ilusório” desvanece diante dos seus olhos. Este código tem a polaridade positiva e a Luz é a senha que abre a grande porta da Verdade. “Eu sou Luz!” é a palavra-chave. O desenvolvimento espiritual é crescente e abundante. Aqui o discípulo decide trabalhar para a expansão da Luz e se desapega da ilusão.

O código (10.10.10) é o reinício de uma caminhada nova e transcendental. Fecha-se um ciclo. Aprende a trabalhar ao nível da alma. A senha é interpretada como o “retorno ao lar”. Há muito o que aprender nesta fase e o conhecimento superior é trazido para o mundo da forma. O trabalho agora é interpretar os símbolos sagrados e usá-los em suas criações terrenas. A palavra-chave é “co-criar”.

O código (11.11.11) simboliza a consciência desperta. A personalidade torna-se conscientemente o meio de expressão e manifestação do Eu Superior. É um processo confuso no início, mas que se harmoniza com o tempo. Não há conflito, apenas a aceitação. A personalidade física começa a transpor os “portais de Luz” e a sua quinta Iniciação dá os primeiros passos.. É a finalização do caminho do discipulado ou da vida na quarta Iniciação. A missão de vida individual é concluída e a jornada terrena dá-se por encerrada.

O código (12.12.12) é o símbolo do Serviço à Luz. Isto só pode ser feito a nível grupal e global. A palavra-chave é “Servir”. O propósito aqui é estabelecido após a decisão de seguir a senda da sabedoria, que é o caminho que eleva o ser para a quinta dimensão física. A partir deste nível o caminho da Iniciação é a prestação de serviços à raça humana. O Plano Divino é inserido em sua consciência e torna-se parte integrante do propósito maior da Criação. A precipitação e a realização da Vontade Divina na expansão do Universo é a sua meta. Torna-se uno com a Vida.

A Quarta Dimensão na Atlântida

A confusão generalizada sobre se a humanidade vai para a quarta dimensão ou para a quinta dimensão é polêmica e ainda confunde a consciência física que vibra na terceira dimensão. Os que leem os meus artigos conseguem tirar um pouco as dúvidas sobre este assunto, quando afirmo que não se pode haver “saltos” de uma dimensão a outra e sim, uma integração entre duas dimensões num mesmo plano de manifestação.

É o caso da segunda dimensão – reino animal – com a terceira dimensão – reino humano – que convivem num mesmo plano dimensional – a terceira – e não há dificuldade alguma nesta integração. Se existe uma diferença notável nesta relação entre os reinos entre si está no patamar vibratório, já que um ser é bidimensional e o outro é tridimensional. O aspecto diferenciador é a inteligência humana superior ao do animal.

O ser humano pode compreender e entender a vida animal. Agora pede para o ser animal tentar viver a vida do ser humano. Este ser poderá aprender a sentir, mas não poderá compreender a vida humana com uma consciência bidimensional. Essa impossibilidade restringe-se à sua incapacidade de vibrar nas frequências do reino humano, com um corpo animal.

Assim é também a diferença com o reino humano com a consciência tridimensional querer compreender e entender a vida do reino espiritual da quarta dimensão com os limites impostos pela vibração da terceira dimensão. Há que transpor essa barreira de frequência. O cérebro físico do ser humano da terceira dimensão não comporta ainda a capacidade de absorver as informações da quarta dimensão.

Então aqui fica um questionamento sobre a capacidade dos seres humanos de vibrarem a consciência da quinta dimensão com um corpo físico de terceira dimensão. Por que isso ocorre?

Vamos desvendar isso retornando ao último ciclo cósmico ocorrido há cerca de 26 mil anos, na civilização da Atlântida, onde a maioria das pessoas naquela época já tinham alcançado a condição de ascensionar para a quarta dimensão física. A transição planetária ia ocorrer com o salto quântico da Terra para a quarta dimensão, o que levaria o restante da humanidade a viver uma nova era em seu processo evolutivo.

Não há como viver uma experiência em termos de consciência física num plano de existência inferior ao patamar de vibração consciencial. Neste caso, para a humanidade estar na quarta dimensão, a Terra – Gaia – terá de estar vibrando nesta mesma frequência, caso contrário, o campo de manifestação ficará incompatível entre si. A experiência de uma alma humana tem que ter um ambiente propício para o seu crescimento, senão a evolução fica bloqueada.

Foi o que ocorreu com os seres humanos do continente da Atlântida. A Terra foi impedido de dar o seu salto quântico para a quarta dimensão quando o Portal por onde Gaia deveria passar foi destruído pela Fraternidade Negra antes de ocorrer o evento. Esta tragédia foi uma catástrofe que ocasionou a estagnação da raça humana em sua trajetória evolutiva.

A longa jornada dos Anjos de Luz

Muitas consciências naquela época decidiram após seus desencarnes físicos voltarem para Casa e somente retornar no final do próximo ciclo para poderem concluir seus processos ascensionais, mas um grupo imenso de servidores resolveram permanecer na Terra e continuar a manter os focos de Luz no planeta. Estes seres são identificados hoje como os Guerreiros da Luz!

As consciências evoluídas ficaram aprisionadas num mundo incapaz de prosseguir sua jornada programada e, isto determinou a repetição de “ano” a todos os alunos aprovados, por falta de uma nova escola. Esta é a razão porque hoje existem os seres humanos capazes de vibrar suas consciências físicas na quinta dimensão. Mesmo na sala de aula da terceira dimensão, suas consciências eram quadridimensionais.

O novo processo desencadeado a nível planetário foi criar uma “sala especial” para essas consciências evoluídas, aproveitando as proximidades das novas frequências de vibração de quinta dimensão e criar a sala provisória, onde esses alunos fossem capazes de experienciar uma nova condição temporária, mas de quarta dimensão. Esse projeto se realizou no ano de 2008 quando este novo Portal foi acionado com sucesso e Gaia pode transpor definitivamente a barreira da terceira dimensão física.

As pessoas conhecidas atualmente como Trabalhadores da Luz são parte desses seres que foram impedidas de ascensionar nos tempos da Atlântida e as que partiram naquela época. E foram essas mesmas pessoas que vivenciaram suas experiências de quarta dimensão nos últimos cinco anos de forma surpreendente e se capacitaram a entrar na quinta dimensão física agora. Para isso ser possível, Gaia teria que elevar as suas frequências vibratórias de quarta para a quinta dimensão.

Mas Gaia estava extremamente ferida e machucada. Isso tornava quase impossível a mudança do padrão de vibração da Mãe Terra. Foi preciso um movimento cósmico de socorro e resgate. Os  Trabalhadores da Luz foram convocados para a cura de Gaia. A operação executada em todos os planos sutis foram feitos com uma precisão cirúrgica. As contaminações foram sendo isoladas e as infecções eliminadas nas entranhas da Terra. Todos os bolsões foram esterilizadas e os focos nocivos começaram a serem aniquilados.

A legião dos Guerreiros da Luz que durante milênios combateram a Fraternidade Negra na Terra desempenhou um papel decisivo na última grande guerra mundial, mas sucumbiram diante das manobras sinistras desencadeadas pelas forças das trevas que impediram mais uma vez, a implantação da Luz no planeta. A reação da Hierarquia Divina foi imediata e começou a “descida” em massa dos Anjos Estelares e daqueles que haviam partido na época da Atlântida. O final do ano cósmico estava chegando e era o momento de instaurar o Reino da Luz.

O Fim da Era da Escuridão

As últimas seis décadas foram marcadas por um “jogo” repetitivo como nos tempos da Atlântida antes do desfecho trágico naquele continente. A diferença nos tempos atuais relacionavam-se a que os sacerdotes e sacerdotisas daqueles tempos tornaram-se guerreiros veteranos e conhecedores da magia negra empregada contra a inocência deles na época anterior.

Então, a maioria destes Guerreiros da Luz permaneceu fiel e leal ao Criador e não se deixaram contaminar pela ilusão da sombra. Com essa experiência foram capazes de entrar nos subterrâneos da Fraternidade Negra e fazer a limpeza total no interior de Gaia. Os irmãos trevosos tinham agora uma desvantagem imensa em relação aos seus “oponentes”. Não podiam se infiltrar no ambiente da Luz, porque corriam o risco de se “contaminar” também e se tornar um ser de Luz.

Nos últimos anos em todas as batalhas ocorridas nos vários níveis do plano astral ficou evidente isso, com a rendição em massa, de vários seres que estavam aliados com a Fraternidade Negra e, imediatamente se colocavam à disposição de servir à Luz. As informações trazidas por esses novos servidores da Luz, auxiliou nas operações de resgates de incontáveis seres que estavam aprisionados nos submundos astrais e ajudou a restaurar os pontos fragilizados no corpo de Gaia.

A libertação de Gaia ocorreu em meados do ano de 2008 quando foi possível acionar um Portal de Luz construído secretamente durante a civilização da Amazônia numa região do planalto central do Brasil, há mais de 12 mil anos. Desde a ascensão de Gaia para a nova dimensão, muitos Trabalhadores da Luz passaram a vivenciar as experiências de quarta dimensão em suas vidas terrenas. Esse processo acabou por desfazer o antigo holograma construído pela Fraternidade Negra e a retirada da barreira de frequência tridimensional que envolvia a Terra foi outro fator que contribuiu para  a criação de um novo holograma.

A Nova Era e o advento do Cristo Cósmico


Para que as consciências evoluídas no nível da quinta dimensão pudessem se expressar no plano terreno era necessário que a Terra alcançasse esse patamar vibratório primeiro. Sem essas condições não tinha como manifestar o Plano Divino estabelecido para o nosso planeta e a sua humanidade. É inconcebível uma humanidade expressar o seu progresso evolucional num habitat de nível inferior. Seria o mesmo que pedir para um ser humano civilizado da terceira dimensão ir viver na selva com os seres animais da segunda dimensão.

Por isso, foi desencadeado uma operação de grande magnitude no planeta e, isso somente poderia ser realizado num esforço conjunto entre os Trabalhadores da Luz representando a humanidade e os Seres Cósmicos que traziam em si o Plano Divino. Os chamados ecoaram por toda a Terra e as trombetas soaram pelos quatro cantos. Reforços de outras galáxias vieram em auxílio à Frota para garantir o sucesso da Operação Terra.

A partir do decreto da Intervenção Divina no planeta, a Hierarquia Espiritual da Terra passou a conduzir todas as mudanças necessárias sobre a superfície do planeta, eliminando todas as ameaças que poderiam colocar em risco as operações desencadeadas no mundo inteiro. Todos os Servidores da Luz começaram a ser acordados para a sua missão, que aos poucos vão sendo realizados. A “opinião pública” hoje, é a força impulsionadora que começa a varrer a “sujeira da mentira” implantada nas consciências físicas.

A surpreendente revelação da decisão do reaparecimento do Grande Ser nesta transição planetária ocasionou profundas mudanças em todos os planejamentos da Operação Terra. Por causa disto, começou a chegar ao planeta a “vanguarda” de seres que O acompanham nesta sua Grande Missão. O reino Angélico e os Devas é parte da sua escolta pessoal e já começam a se manifestar no plano terreno.

O Caminho da Quinta Dimensão e a Humanidade

A Terra agora é um planeta que passa a vibrar na quinta dimensão física, mas parte da humanidade ainda vai ter que fazer a sua jornada de quarta dimensão por um período de mil anos, enquanto um grupo de consciências, evoluíram neste período que antecede a transição. Estes trabalhadores ajudaram a humanidade a avançar além da terceira dimensão, por isso vão fazer a sua ascensão para a quinta esfera de existência junto com Gaia. Estes seres de Luz serão os novos guias da Raça Humana em sua caminhada na direção do Reino Divino, a etapa seguinte ao Reino Espiritual.

É interessante aqui esclarecer um novo paradigma sobre esses seres de Luz que vão ascender ao patamar da quinta dimensão física no planeta Terra.

Os Trabalhadores da Luz são uma categoria de seres que avançaram no caminho do discipulado e se comprometeram a ajudar a humanidade da terceira dimensão a transcenderem-se para a quarta dimensão. Trouxeram novos ensinamentos, auxiliaram na cura com novas técnicas alternativas, além de outros conhecimentos que puseram em práticas, trabalhando incansavelmente para o benefício da raça humana no planeta.

Os novos Servidores da Luz já são seres da sexta dimensão física que encarnaram com o propósito de servir ao Plano Divino e manifestar a Vontade do Criador neste plano terreno. Estes seres já estão na senda da Luz que leva à sexta Iniciação, e vieram à Terra para elevar a humanidade ao seu ponto de destino nesta Ronda e promover a reinserção da raça humana terrestre no seio da sociedade cósmica.

O Portal Gaia e os Conclaves de 1987 e 2006

A abertura do Portal Gaia difere de todos os que foram acionados até aqui, até mesmo daquele que colocou a Terra na quarta dimensão há quatro anos, já que esse processo anterior já tinha sido trabalhado ainda na existência da Atlântida.

O atual Portal que foi ativado agora estava em andamento desde o final do encontro conhecido como a Convergência Harmônica de 1987, que decidiu o futuro da Humanidade e concedeu um prazo de 25 anos para iniciar a fase final da Transição que envolveria todo o nosso Sistema Solar.

O decreto que estabeleceu a finalização da experiência humana na terceira dimensão ocorreu no Conclave do Conselho Cósmico em 2006. A partir daí, vários eventos começaram a acontecer sobre a superfície da Terra, incluindo a abertura de novos Portais de Luz.

Os últimos sete anos foram marcados por intensas batalhas nos 3 planos inferiores entre as Forças da Luz e a Fraternidade Negra. A humanidade inconsciente não conseguia perceber as manobras que eram levadas adiante pelas forças ocultas em seus combates diários, mas sentiam a onda negativa se alastrar por todos os cantos do planeta.

No final de 2005 havia chegado à Terra uma Frota Estelar que havia combatido na Guerra Cósmica há 25 mil anos, na qual o nosso planeta foi envolvido neste conflito que durou 10 mil anos. Até então a Frota Intergaláctica não tinha naves de combate nos arredores do nosso Sistema Solar e com esse novo reforço, o poder de fogo foi acrescentado nas Forças da Luz, já que os ataques haviam começado contra o Comando das Operações de resgate e cura.

O domínio das trevas terminou com a rendição do ser que havia se tornado o líder da rebelião cósmica contra a Vontade do nosso Deus Criador. Este evento ocorreu em agosto deste ano, depois de vários confrontos entre as Forças da Luz e a Fraternidade na qual ele era o mentor. O próprio Satã vinha aumentando o seu poder na Terra a partir do momento em que o Príncipe Planetário que governava a humanidade terrestre, traiu a confiança do Governo Central do Universo, entregando o planeta ao líder rebelde. Isso foi há mais de 450 mil anos.

Com essa rendição o caos tomou conta das falanges negras. A destruição da rede eletromagnética criada pelos trevosos e seres alienígenas para aprisionar a humanidade na egrégora da terceira dimensão, deu início à construção de um novo holograma para a Terra e seus habitantes. Agora, a separação do joio e do trigo começa com a abertura do Portal Gaia. A transição final é irreversível.




Até que este Portal Dimensional fosse acionado, vários Portais de Luz necessitaram serem abertos ao longo do tempo sobre a superfície do planeta, para que os chackras da Terra fossem ativados e o Corpo de Luz de Gaia despertasse. Sete Pirâmides de Cristais de Luz foram acionados formando uma geometria de incrível beleza, enquanto na Quinta Esfera era feito o trabalho de recepção à Gaia.

Os Setes Pontos Sagrados de Gaia foram acionados no dia 21 de setembro deste ano, quando a “Chave” do chackra cardíaco da Terra foi ligado através do Portal da Grande Pirâmide de Cristal de Luz da Cidade Santa de Jerusalém. Naquele instante no espaço cósmico, um vórtice colossal, literalmente, “engoliu” a Mãe Terra.



Corpos de Luz interdimensionais

 
Mesmo vibrando agora com uma consciência planetária de quinta dimensão, o corpo físico de Gaia – a Terra – ainda é de terceira dimensão. A transmutação para o Corpo de Luz planetária já foi concluída e, Gaia pode manter seus padrões de vibração em qualquer dessas dimensões até que se liberte do corpo denso e passe a viver num corpo transcendental de frequências elevadas.

Isso ocorrerá durante o Salto Quântico.

A maioria da humanidade não conseguiu atingir o patamar da quarta vibração e suas consciências físicas ainda vibram na faixa da terceira dimensão. Esta parte da raça humana será transferida para outros orbes de terceira dimensão física, onde poderão continuar sua peregrinação de aprendizados e crescimentos.

Após o evento cósmico da transição final, todas as emanações de vida que embarcarão na nova jornada no planeta Terra, estarão aptos a prosseguirem na sua evolução espiritual. A construção dos corpos físicos de quarta e quinta dimensões seguem o mesmo padrão evolutivo. São corpos de Luz, por isso, desde que Gaia passou a vibrar na quarta dimensão anos atrás, muitos trabalhadores da Luz sentiram suas transformações interiores ocorrerem de forma acelerada.

Nesta nova fase de influências energéticas da quinta dimensão, os trabalhadores da Luz receberão outro impacto com a entrada de novas vibrações altamente potentes. Seus corpos de Luz serão afetados profundamente, porque seus DNAs serão alterados por completo nesta fase que antecede o Salto Quântico.

O fato de Gaia estar vibrando na quinta dimensão não significa que todos os trabalhadores ou parte da humanidade já estejam na quinta esfera. Ainda não. Vai ser necessário a transmutação de seus corpos sutis, além de despertar suas consciências para o plano divino. Essa é a grande novidade do momento. Transcender é a palavra-chave. Quebrar este novo paradigma está dando “dor de cabeça” nos trabalhadores da Luz que se sentem confusos e perdidos com esta situação inusitada.

O processo evolutivo da humanidade segue a sincronização dos eventos cósmicos e toda a programação é estabelecida pelos “altos escalões” da Criação que sabem e conhecem o Propósito do Logos Solar e Planetário que regem a evolução da vida neste lado do Universo. Entender que há um propósito divino para a nossa humanidade e que também existe um plano evolutivo para a raça humana, facilita muito a caminhada de cada trabalhador da Luz. Aceitar a Vontade do Pai é o que compete aos seus Filhos da Luz.

Assim é.

Pela eternidade do ser,
Paz na Terra!
Shima.

Links relacionados
 

Postar um comentário

 
Top