0
Céliah
Pequena Nave captada em 12/05/2013 - Nave de Monitoramento e Vigilância - By Céliah


Comando Ashtar - Pack

Revelações sobre as Bolhas de Luz (IV)

Desde que as “Bolhas de Luz” começaram a aparecer nas fotos em meados de agosto do ano passado, não poderia imaginar que esses “fenômenos” já estavam sendo fotografadas há muitos anos.

Revendo as minhas fotos que tirei ao longo dos últimos 10 anos, é possível vê-las. São conhecidas mundialmente como “Orbs” e são seres interdimensionais.

A diferença com as que começaram a surgir em agosto passado é que estas são Sondas.


Outras que começaram a aparecer como uma avalanche de luzes nas minhas fotos são denominadas de Bolhas de Luz. Isto porque elas se pareciam com bolhas de sabão.

Por que Bolhas de Luz?


 


Pela diversidade de cores, texturas, formatos e tamanhos... e se movem suavemente numa velocidade incrível.

Deixam-se fotografar quando querem e para um propósito.

No caso dos Orbs, esses seres gostam de participar de momentos alegres e festivos. Funcionam como dinamizadores da energia que impregnam um ambiente feliz e potencializam essas mesmas energias em seu retorno às pessoas que estão presentes.

Na natureza interagem como os reinos Dévico e Elemental. Participam na limpeza da atmosfera, transmutando as energias negativas e atuam em conjunto com os reinos Vegetal e Animal no trabalho da cura planetária. São identificáveis pelas cores. Com o reino humano é eficaz na cura das doenças e na retirada dos resíduos contaminados de baixas vibrações que estão soltas pelo nosso corpo físico e sutil e nos ambientes em que vivemos.

São seres amorosos e são também mensageiros da energia criativa do Universo interdimensional. São pequenos Anjos Cósmicos, conhecidos como os Construtores da Forma em planos elevados. Na Terra, os Elementais são suas manifestações no plano etérico.

Mas há outro aspecto sobre as Bolhas de Luz...

São as Sondas.

Passei a vê-las durante a última etapa da minha estadia no Japão. Era constantemente acompanhado por elas. Tinha a forma esférica e sua textura era metálica. A invisibilidade permanecia apenas para os olhos físicos e sua materialidade vibrava na oitava física, podendo se densificar até a terceira física.

Pertencem ao Reino Angélico.

Todas as Sete Legiões são representadas através de suas cores, além de outras Cinco Legiões que passaram a incorporar estas manifestações pelo mundo inteiro. Seu tamanho varia de uma bola de pingue pongue até 3 metros de diâmetro. Os maiores são os Arcanjos.

O trabalho da Legião Angélica é a de preservar a Vida. Proteger e amparar as Almas Peregrinas na sua Grande Missão. Para que ocorra a intervenção do Reino Angélico é necessária a invocação, pois agem dentro da Lei do Livre Arbítrio. A exceção neste momento atual restringe apenas no caso dos Trabalhadores da Luz, pois há um compromisso firmado entre nós e Eles, para intervirem em casos específicos.

As Sondas do Comando

Há muita confusão nas fotos apresentadas ao público sobre as Sondas do Comando. Alguns acreditam outros não. Isto é natural. A descrença é um bloqueio que impede a visão destes “objetos voadores não identificados”. São fotografados e filmados. Existem imagens em quantidades incríveis espalhados pela internet e outros meios de divulgação de massa. Até nas imagens do Google Sky se veem essas Sondas. Ter olhos para ver é o problema.

São inúmeras as fotos e vídeos produzidos pela Estação Espacial. Mesmo assim a descrença é notável. As imagens filmadas inclusive pelas Forças Aéreas de vários países ainda geram dúvidas. Acontece!

Testemunhas visuais existem por toda a parte. E a maioria são pessoas idôneas e muitos nem acreditavam na existência de seres extraterrestres.

Essas Sondas do Comando que aparecem nas minhas fotos e da Céliah possuem as cores cinza e azuis metálicas e são pequenas naves que fazem a nossa escolta. Isto ocorre desde o ano de 2005 quando vivia no Japão e fui informado pelo Comando sobre a presença delas.



As Naves


By Céliah
Nave aparece no meio da árvore em 12/05/2013
O tamanho varia muito, mas seguem a mesma especificação do Reino Angélico. As naves maiores – cerca de 10 metros de diâmetro -, são pequenas nave-mães porque carregam em seu interior outras Sondas menores em torno de 10 a 20 unidades. As Sondas de 3 metros são seres extraterrestres e fazem parte da Tropa de Elite do Comando.

Seus formatos além de serem esféricas, possuem variadas formas desde triangulares, charutos, discos, piramidais de tamanhos minúsculos até colossais.

Suas missões são de escolta, interceptação e proteção aos Comandos que estão encarnados em corpos físicos e atuam pelo planeta inteiro. Nas missões noturnas são responsáveis pelos “transportes” dos corpos astrais e mentais que são levados às Naves Laboratórios para fazerem “check-up” e a cura dos danos causados no plano terreno. Nestas “projeções astrais e mentais”, são passadas instruções e orientações, além de treinamentos para atuação no plano físico.

Sobre cada cidade no planeta Terra há Estações que são conhecidas como Cidades Espirituais, onde possuem hospitais, laboratórios, casas de repouso, auditórios para reuniões e encontros com Seres de Luz e os Comandos da Frota Intergaláctica.

Pouco mais acima, numa dimensão mais sutil e próxima à densidade física estão estacionadas diversas Naves-mães com diâmetros de centenas de quilômetros, quase continentais. A todo instante saem de seus hangares, diversas naves que percorrem a atmosfera da Terra. São missões executadas em todos os níveis.

Assim é a Vida em nosso mundo que está além da compreensão humana e ainda mais que vibramos em quatro planos de existência simultaneamente. E todas elas estão habitadas por Seres que a nossa imaginação é incapaz de perceber e entender.

Por enquanto.

Saudações da Luz,
Shima.

Postar um comentário

 
Top