1


Corações de Luz,

É com alegria que escrevo este artigo, cujo tema tem sido polêmico ao longo do tempo. Muito se falou sobre o “fim do mundo”... em catástrofes... e um leque infindável sobre este ano de 2012... sem falar em filmes que foram produzidos com grandes resultados em audiências e faturamentos.

O ser humano por natureza é atraído por “fenômenos” e se alimenta das dores e sofrimentos que muitas vezes são inexplicáveis. Nem Freud para esclarecer esta neurose. Mas, compreendemos que a alma humana necessita destas experiências “virtuais” para assimilar o aprendizado que as sensações são capazes de propor através dos cinco sentidos.

Assim é a espiritualidade humana...

Não tem outro caminho para o conhecimento senão dar os passos por terrenos pedregosos. Há duas formas de se aprender. Uma é pelo método da repetição, e o outro é pelo tratamento do choque. Assim, a humanidade prossegue em sua jornada terrena. O ciclo reencarnatório abarca este processo de aprendizagem. O tempo continua sendo o melhor remédio.

O termo “aqui e agora” é bem diferente do tempo linear desta dimensão física. Portanto fica caracterizado que o ser humano tem o tempo que for necessário para a sua jornada neste ou em outro planeta. O que importa é o conhecimento que irá adquirir ao longo do “tempo” através de suas próprias experiências. Tudo é criado. O espaço, o ambiente, a cena, o relacionamento e o enredo.

Sabendo disto, o “segredo” das profecias fica desvendado.

O final de uma história sempre pode e poderá ser alterado de acordo com desenrolar da “novela” humana. O propósito é definido para uma determinada era ou período. Em toda história há uma “lição de vida” a ser adquirida. Nada neste mundo é feito ou construído sem que uma mensagem esteja contida no contexto geral do processo de desenvolvimento evolutivo da humanidade.

Os dramas fazem parte integral deste crescimento, senão não haveria razões para os cinco sentidos físicos que os seres humanos carregam em sua carga genética. O que ocorre com os desvios humanos relacionam-se ao “desconhecimento” destas causas primordiais que movem a engrenagem do grande ciclo da vida de cada ser humano e seu relacionamento com a própria sociedade ou grupo em que está inserido numa determinada encarnação.

O domínio da “massa” humana é alcançado quando determinados grupos que possuem este conhecimento, usam-no para a exploração do ser humano para seus fins pessoais ou mesmo grupais. As pessoas “normais” não questionam como estes conhecimentos são utilizados para manipular a consciência física do ser humano. Nessa situação, a escravidão é um processo em que a alma humana não consegue mais se expressar como ser divino. A personalidade de cada ser é condicionada a seguir as normas e padrões de vibração imposta por grupos de interesses.

E foi isso a finalidade de tantas polêmicas em torno do ano de 2012...

Neste plano terreno há duas Forças que vinham se digladiando por milênios para alcançar o pleno domínio desta humanidade.

A primeira, a Força da Luz, que havia perdido a sua influência, quase foi varrida deste mundo em tempos remotos. A segunda, a Força da Treva, alcançou este domínio através da interferência e da conivência daqueles seres que eram responsáveis pela manutenção da Luz neste planeta. Foi a “queda dos Anjos”. O mandato divino foi usurpado por seres oriundos de outros orbes e, que invadiram a Terra milênios atrás.

Até que o Conselho Cósmico deliberasse e chegasse a um veredito sobre o evento ocorrido aqui, muito tempo se passou. E durante essa fase transitória os encargos administrativos e de supervisão sobre a condução deste planeta e da sua humanidade foi exercida de forma paralela, pois o “mandato divino” ainda era lei. Surgiu então a necessidade do nosso planeta ser dirigido do plano espiritual pelos arcanjos Gabriel e Miguel.

Muito têm se falado sobre o ano de 2012... e isso ao longo dos anos criou uma poderosa egrégora...

A “massa humana” tem sede de “fenômenos”... um mecanismo para alimentar esta egrégora... e com isso causar confusões e conflitos internos... no fim, vem a decepção e o estado depressivo... pois tudo foi uma grande ilusão... na verdade, criada para manter a humanidade num estado de dominação total...

A transição planetária é algo muito técnico e científico. Não há misticismo nisso e o processo ascensional é outro tema bastante prático...

Tudo é energia.

O conhecimento é que nos leva a sair da ignorância que cobre a consciência física do ser humano. A verdade é uma busca que cada um deve promover em si mesmo.

A simbologia entre a dualidade da Luz e da Treva é significativa neste aspecto. O entendimento disto causa o despertar espiritual do ser humano, sendo isto o objetivo da Fraternidade da Luz...

O processo da ascensão e da transição envolve um tempo linear... e o salto “quântico” é de forma consciencial... não há mistério nisto!

A data “mística” ou “fenomenal” embutida no dia 21/12/2012 é uma data especial em si mesma por milênios... e marca sempre um evento cósmico e outra de natureza espiritual… e depende muito do ciclo ou da era em questão...

Em nosso tempo atual... significa o início de uma Nova Era...

O que muitos não sabiam...

... é que esta data acabou marcando um novo evento inesperado:

- O advento do Cristo Cósmico!


Nota
Para que entendam melhor esta mensagem aconselho que releiam abaixo os links que se seguem:


- Falando de Espiritualiddade

- O Conclave de 1987 e o ano de 2012
- O SOAR DAS TROMBETAS - 11.11.2011
- Despertar da Consciência

 - PORTAIS DE LUZ
- Falando sobre a Quarta e Quinta Dimensões

- Sobre a Ascenção - 1ª e 2ª Parte
- Transição Planetária

- A visão Multidimencional

Paz na Terra,
Shima

Postar um comentário

 
Top